iCardeX

Members
  • Total de itens

    2640
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    268

iCardeX last won the day on May 30

iCardeX had the most liked content!

Sobre iCardeX

  • Rank
    Advanced Member

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    DF
  • Interests
    Viajo e vivo por aí....

Últimos Visitantes

8933 visualizações
  1. Te entendo, e me compadeço. Por outro lado, acredito que a VW tem um departamento jurídico competente e bem pago. Ela já possui a blindagem necessária. Não fosse assim a VW jamais continuaria a tratar o problema do DSG com esse descaso todo. Devem existir casos de processos transitados e julgados contra da VW, mas tenho a impressão que tudo fica abafado, ou seja, fora do conhecimento público. Sinceramente, não vejo a luz no túnel para o caso DSG. A ideia mais sensata é a do @anghinoni: uma reserva de capital para tratar o problema com o DSG se algum dia ele vier a ocorrer. Sensato, porque ele já sabe que é algo que pode ser corrigido. Também não acredito que a 4 rodas consiga fazer cosquinha contra VW. Gostaria muito que o ministério público entrasse no caso do DSG, e aplicasse a justiça como deveria ser, em vez da Lei (como deve prevalecer) contra da VW. No brasil, quando a lei é clara, implica que a justiça não precisa ser justa. Interpretar, com sensibilidade necessária, o que de fato é risco à vida, ou um defeito relativo, que obrigaria um recall nacional, abre infinitas janelas de possibildiades. Em tempo: O caso da Takata não deixa de ser curioso: como é que organizações como Latin Ncap, Euro Ncap, Global Ncap, IIHS realizando milhares de colisões em veículos (ao longo do tempo), para atestarem a segurança veicular, não perceberam o problema dos fragmentos possivelmente mortíferos dos airbags? Enfatizei o "possivelmente", porque outras milhares de colisões veículares ocorreram mundo a fora (em ambiente real) e os airbags problemáticos salvaram a vida dos seus ocupantes sem sequer feri-los. Na minha família mesmo tem caso de airbags que deveriam ter sido feito recall, sofreram acionamento nesse meio tempo, mas nada de grave aconteceu. Mesmo com o recall da Takata sendo provocado a nível mundial, não lembro de nenhum país ter obrigado as montadoras de o realizarem, nem fixarem prazos legais para isso acontecer.
  2. Meu sono só é interrompido se o mundo acabar. Dei um freio nos clientes há uns bons anos....
  3. Dito tudo isso… agora eu mandaria o pau comer, e é logo! O que seria um peido para os que já estão cagados? Mesmo assim acho que precisaria haver um esforço coletivo para acionar judicialmente a VW. O mérito da ação seriA a questão do Vício oculto. Outrossim, resta saber: quem aqui será o pica das galáxias que está financeiramente disposto a enfrentar a VW e levar o caso do DSG para as últimas consequências? Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  4. Só fiquem bem atentos com essa decisão de envolver uma revista automotiva nessa questão, porque depois que a 4Rodas publicar reportagem queimando o câmbio DSG da VW, todos vocês podem ficar é com um elefante branco nas mãos. O Golf DSG poderá ser fortemente desvalorizado. O único suposto "poder" que a 4Rodas possui é o poder de queimar o Golf DSG, fazendo com que boatos sem controle sejam disseminados. A VW não é obrigada a fazer recall técnico de veículos que estão, do ponto de vista legal, fora de garantia. Recall é concebido para tratar algo mais sério, envolvendo risco à vida. Enfim, daqui a pouco o Golf vai ficar com a mesma fama do Marea Turbo, e virando motivo de piadas em todos os confins da internet. Aliás, até tenho um amigo que comprou o Marea Turbo, e nunca teve problemas com o carro dele. Eu, de tanto ouvir falar que o Marea era um bomba, até hoje tenho no meu subconsciente essa informação, e criei certo ranço com a Fiat. Em tempo: Se a 4rodas queimar a reputação do câmbio DSG, o meu Golf que é de câmbio manual vai ficar cada vez mais desejado...
  5. Vai no reclameaqui, que deve ter uma centena de reclamações lá.
  6. Você precisa pesquisar um pouco mais para tirar as suas conclusões, porque o barato pode ficar bem caro, ainda mais com serviços executado por mão de obra desqualificada. Fatos resumidos: 1 - Você pode usar bateria normal ou EFB. Tecnologia EFB, naturalmente, e a bateria correta para o perfeito funcionamento da demanda eletrônica do Golf. 2 - Existe sim a recomendação da calibração da ECU do Golf para que a nova bateria seja carregada de forma correta. Não executar essa parametrização não incorre em riscos para o veículo, mas a bateria pode ter a sua vida útil comprometida antes do tempo previsto. Isso não é conversa de concessionária, ou achismo da minha parte, é simplesmente feature nativa da Eletrônica Golf. 3 - Fazer a substituição da bateria da forma como foi feita no seu carro é procedimento arriscado e extremamente BURRO. Duvido que se tivesse danificado algum módulo do carro se esse “profissional” iria arcar com as consequências dos custos. Qualquer módulo bobo do Golf gira na casa de milhares de reais. Apesar do “sucesso” incorrido no procedimento de troca da sua bateria, ele sucedeu de forma errada, burra, e completamente arriscada. Risco, aliás, que seu bolso correu de forma totalmente desnecessária. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  7. Ao menos foi reformada. Apesar do espaço ter diminuído, existe vantagens administrativas e operacionais. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  8. Havia também a bandeira da Ford junto, mas acho que abandonaram.
  9. Juntaram Kia, Hyundai, Renault e VW. Estão do lado da Eurobike(BMW). Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  10. Grupo Saga. Devem ter encontrado dificuldades para renegociar o aluguel daquele espaço todo, já que o reajuste do IGP-M foi de quase 30%. Provável que embucetaram nas negociações. O proprietário do espaço deve ter pensado que eles não sairiam de lá por conta da infra-estrutura investida e consolidada, e todo o custo de readequação. Imagina o espaço que ocupam 30 Box com elevadores de manutenção, infra elétrica, estoque, etc. O que é líquido e certo é que o mês acaba, mas as contas continuam… Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  11. Eu realmente fiquei puto com os desserviços que o concessionário autorizado fizeram no meu carro. Até hoje eu não engulo o fato de terem deixado de aplicar o anti-sizing nas bobinas, o que me gerou uma dor de cabeça enorme para resolver. Fora isso os esporros para usarem micrômetro (não olhômetro), torquímetro (não bracímetro), entre outros detalhes porcos. Mas, como dizia a máxima um velho dono de uma grande rede de supermercados dos Estados Unidos: "Clientes podem demitir todos de uma empresa, do alto executivo para baixo, simplesmente gastando seu dinheiro em algum outro lugar.“ Não fecharam , se mudaram para outro prédio, mas com um espaço reduzido em uns 80%. De qualquer forma, eu, que contribuía para manter essa infra toda, desisti deles.
  12. Não identifico câmera de ré, farol de xenon, ACC, sensor de colisão frontal, controle de cruzeiro, etc, etc, etc. Aonde se consultam todos esses códigos de opcionais? Digo isso porque a seguradora cota o valor do seguro com base no código fipe do carro. O Golf TSI deve uns 3 ou 4 códigos fipes, e só.
  13. E fazer o seguro de forma correta. Está cheio de casos de cidadão que burlaram/omitiram situações previstas em cláusulas contratadas, e tiveram o seguro sumariamente anulado. O caso mais bizarro que vi até agora foi de um sujeito que deu PT num veículo segurado. Até aí tudo bem! Mas a beneficiária do seguro não possuía sequer carteira de motorista. Resultado: seguro cancelado, e o sujeito brigando com a seguradora na justiça. Conheço uma pessoa que fez seguro de danos a terceiro em inacreditáveis R$ 50.000,00 (há 3 anos atrás). Para o azar dele, se envolveu num engarrafamento e causou danos em outros 4 veículos, sendo que um deles deu perda total. Valor total dos estragos: R$ 275.000,00. Ele se gabava ao falar que o corretor dele era o melhor, que conseguia fazer uns "ajustes" que sempre deixava o seguro mais em conta que em qualquer outro lugar. Eu, que uso e dependo do carro literalmente para trabalhar, infelizmente, não posso me dar o luxo de andar sem seguro. Do meu Golf já foram trocadas: a - Para-choques traseiro: 2 vezes (terceiros) b - Coluna C: 1 vez (terceiros) c - Porta dianteira direita: 1 vez (eu mesmo) Fora isso.... d - Honda Fit que a minha namorada deu PT num acidente de via a 80km/h, e outros estragos. e - Frenteira de honda Fit destruída por mim.... .... E mais recentemente (essa semana) a traseira de Fit, também, destruída por colisão de terceiros... --- Vida que segue... lata a gente conserta....
  14. Aliás, nem é meu... já sentiu qual é o drama né?