iCardeX

Members
  • Total de itens

    1959
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    119

iCardeX last won the day on August 8

iCardeX had the most liked content!

5 Seguidores

Sobre iCardeX

  • Rank
    Advanced Member

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    DF
  • Interests
    Viajo e vivo por aí....

Últimos Visitantes

3484 visualizações
  1. Vicio oculto e dano moral, estão configurados. Por ter sido por pessoa jurídica, melhor ainda. Eu devolveria o carro. Mas não antes de coletar todas as provas e meter um belo de um processo. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  2. 18 meses sem higienização do cockpit

    Esse teu comentário a respeito da geração Y, até que me rendeu uma boa ideia. Lembrei que um dos meus contatos é doutor em Mecatrônica. O cara é genial. Já observei projetos que ele desenvolveu, na área de refrigeração. Doutor, aliás, dando aula de Mecatrônica em uma universidade pública. Pedi que me indicasse 2 possíveis alunos para criação e execução do projeto para coletar água da umidade para reuso. Inclusive, eu poderia integrar essas informações com a minha residência para executar outras formas de automação. Dependendo dos custos estimados, vou bancar.
  3. Acompanhando esse tópico e completamente perplexo de tanta indignação. Quem fez essa maracutaia aí só pode ser um completo imbecil, para imaginar que ninguém descobriria. Logo com o Golf, a menina dos olhos da VW. Com a mecânica complexa, sensores de tudo quanto é forma, da proteção de componente e tudo mais, é ser muito inocente mesmo. Agora eu gostaria de saber o que é que aconteceu de verdade. Bateram, burlaram, arrebentaram, quebraram, ou roubaram peça? Se possível tenta rodar um scanner VW e verifica as possíveis falhas que a central deveria registrar. Na autorizada, manda resetar e voltar tudo para o padrão de fábrica e veja o que acontece. Podem, inclusive, ter burlado essa parte também, injetando códigos via VAG ou VCDS, para camuflar os problemas que deveriam ser mostrados no computador de bordo. Sinceramente, eu devolveria esse veículo, e ia atrás de outro. Essa encrenca eu não abraço.
  4. 18 meses sem higienização do cockpit

    Imaginando esses dois assistindo... A dublagem deve sair toda distorcida....
  5. 18 meses sem higienização do cockpit

    Agora vou contar uma história um pouco inusitada. Há cerca de uns 3 meses minha namorada havia recebido a notícia que tinha passado em um concurso concorridíssimo. Contou para mim, para mãe e para a irmã. Pela noite ela decidiu sair para comemorar, e confraternizar com algumas amigas, em um pub aqui de Brasília. Eu não pude ir porque estava realizando manutenção no servidor de um cliente, e isso não tinha hora para terminar. Era um sábado, e geralmente ela deveria ter saído daquele compromisso por volta das 22h30. Mas ainda lá pelas 20h30, mais ou menos, me liga a mãe dela, toda desesperada, e dizendo que não conseguia contato por telefone de jeito algum. Estava super preocupada. 15 minutos depois foi a irmã dizendo que tinha ligado umas 20 vezes e ela não atendia também. Essa já ligou chorando. Tentei tranquilizá-las, mas também achei muito estranho. Fiz uma ligação e não atendeu. Ela não retornou também.. 20 minutos depois fiz outra ligação, e sem sucesso. Comecei a ficar preocupado. Foi aí que veio a luz: cerca de 1 mês antes, eu estava testando uma funcionalida nova do Teamviewer, para acesso a dispositivos móveis. Lembrei que havia instalado o Teamviewer no celular dela para realizar diversos testes.. Eram cerca de 23h00, e nada de ela anteder ligações. Os passos que fiz foram os seguintes: 1 - Conectei-me via teamviewer ao celular dela. 2 - Remotamente, desbloqueie e atendi a minha própria ligação telefônica. 3 - Rapidamente acionei o Google Earth, e obtive as coordenadas GPS. Percebi que o sinal GPS partia mais ou menos do Pub para o qual ela disse que ia com as amigas. 4 - Percebi que o telefone estava em modo "não perturbe", e desabilitei a função. 5 - Depois de ficar uns 1 minuto ouvindo burburinhos de conversa, identifiquei a voz dela e de uma amiga. Estavam jogando conversa fiada fora. 6 - Ativei o Viva-voz, subi o áudio para o máximo e fiquei gritando ao telefone para ser percebido. Estava dentro da bolsa dela, e finalmente foi percebido. Fora o susto, terminou tudo bem. Assim que ela percebeu, se explicou. Resultado: 45 ligações perdidas e uma mãe em ponto de sofrer um infarto de tanta preocupação.
  6. 18 meses sem higienização do cockpit

    Se o Bandido conseguisse desarmar o freio de mão já seria um adianto. Mas esse rastreador não é necessariamente para proteger o Golf. Podem esquarteja-lo e anunciar até o último grão de feijão dele no ML, que eu não ficarei nem azul. O seguro resolve, e se vira com o resto do prejuízo. Noutra hipótese duvido eu quem é que não gostaria de ter uma ferramenta dessas no porta-malas caso sofresse um sequestro e ainda fosse aprisionado justamente no porta-malas. Minha namorada, por exemplo, sabe as credenciais do iCloud desse aparelho. Aacho que ainda tá para nascer um bandido inteligente. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  7. 18 meses sem higienização do cockpit

    Saudade dos tempos áureos de jailbreak untethered, para iPhone. Tive que sair por conta do homekit, introduzido no iOS11. Meu celular mandava e respondia SMS automaticamente, gravava ligações telefônicas de entrada e saída, sincronizando com o meu Google Drive, burlava algumas restrições do whatsapp, atendia ligações, em português brasil, anunciando o nome do contato e gravando todos os recados como uma secretária telefônica com tratamentos diferenciadas de anúncio, possuía regras contra spammers telefônicos e tratamento automático de e-mails. Usava de inteligência artificial em outro nível, e resolvia uma séria de problemas sem necessidade de intervenção. Hoje meu iPhone é apenas um mero smartphone fadado à obsolescência programada. Ainda tenho um iPhone 3GS jailbreak preparado com um "Surprise MotherFuck" ligado naquela tomada 12V do porta malas do Golf. Está camuflado. Está batizado. Caso meu "negão" seja roubado, eu ainda poderia iniciar o "protocolo fantasma", em até 72 horas. Funciona assim: 1 - Há um chip de dados conectado a ele. Ele também procura por conexões de hotspots abertos, também (Oi WifiFON) como redundância para se conectar à internet. 2 - Um App de monitoramento (rodando em segundo plano) está programado para atender automaticamente ligações telefônicas e interpretar diversos comandos. Ao atender automaticamente, ele solicita a senha de entrada, a partir daí preciso introduzir comandos via tom, por exemplo, para ele me enviar um SMS com as coordenadas GPS, manter o microfone ativo, ativar a câmera, etc. 3 - Se for tentado o desbloqueio, ele vai tirar uma foto furtiva e vai disparar diversos SMSs, e e-mails com as coordenadas GPS do momento. 4 - Há uma foto de uma "garota fake", na tela de bloqueio, para ludibriar a atenção do bandido, caso ele seja encontrado. 5 - O botão de desligar está programado para sempre forçar o comando reiniciar. Ele só pode ser desligado, se for destruído. 6 - Também consigo usar o buscar iPhone da Apple, como redundância. 7 - É possível formatar remotamente, inclusive, usando um sms, caso a situação saia do controle E tudo isso funcionando com um smartphone de 2008.
  8. 18 meses sem higienização do cockpit

    A DRAYTEK disponibiliza um cliente VPN próprio dentro da plataforma IOS. É o Smart-VPN. Deve ter a versão para Android também. A porta WAN do Draytek é Gigabit. Quanto ao suporte para OpenVpn, estou por fora também. Para facilitar as coisas, você também poderia colocar o ip do Draytek na DMZ do modem do VIVO FIBRA, e ser feliz, em qualquer versão de hardware da Draytek. O roteador Draytek 2925 (https://www.draytek.com/en/products/products-a-z/router.all/vigor2925-series/) tem um ótimo custo benefício. Eu compraria até ele usado, sem recurso wireless, lá no Mercado Livre. Aqui em casa uso uma linha na porta ADSL (1/16), um modem em bridge na porta WAN (1/16), também tenho um modem 4G na WAN3, para backup e situações mais extremas (5/50).
  9. 18 meses sem higienização do cockpit

    Você não é primeiro. 3 clientes que trouxeram roteadores da Asus, dos Estados Unidos, tiveram problemas. Mais especificamente, o modelo RT-AC3200, que por sinal é caro demais. A solução é RMA internacional, e não compensa mesmo! Eu fixei meu UNIFI no teto. A instalação correu pela tubulação elétrica, mas usando o cabo de rede blindado para impedir qualquer efeito de indução eletromagnética. UNIFI é sem dúvida alguma, sinônimo de extrema qualidade. O UNIFI AC PRO, possui 4 características básicaS que o torna um pouco, diferente do AC HD. 1 - Ele funciona como switch de encaminhamento físico porque possui uma segunda porta RJ45. 2 - A rede 2,4Ghz del trabalha com tecnologia MIMO, e pode atingir 450MBs, na frequência de 40MHz. 3 - Foi projetado para suportar situações de intempéries (é indor/outdoor). Ou seja, pode ficar exposto ao sol e à chuva. 4 - O POE emabarcado é do tipo POE+. O mais recente e poderoso! Segundo a norma IEEE 802.3at POE+ pode fornecer quase o dobro da energia através de um único cabo de rede. A fonte dele é de 48V/0,5A. Em outras palavras, dá para realimentar outro UNIFI, a partir do switch dele. De resto, e o que interessa mesmo, os processadores possuem a mesma capacidade. Um Draytek na borda será uma boa pedida, porque as configurações são bastantes flexíveis e o nível de segurança é bem alto. Mas nem tudo são flores: lembro que um dos meus clientes teve problemas relacionados exclusivamente ao Echo Dot Alexa. Não sei porque cargas dágua havia um delay enorme para o Alexa interpretar os comandos, causando timeout. A solução que teve que ser aplicada foi essa aqui: https://www.mysysadmintips.com/other/web/732-logitech-harmony-hub-and-amazon-alexa-integration-issues Depois ficou tudo perfeito!
  10. 18 meses sem higienização do cockpit

    EdgerouterX eu ainda não testei. Não posso afirmar nada. A DASHBOARD é muito semelhante aos USGs também fabricados por eles. Seria para empresa? Da Ubiquiti utilizo os acess points, e, no máximo, os USGs (configuração extremamente limitada). Nunca encontrei rádios wireless tão estáveis e robustos quanto esses equipamentos UNIFIs. ARUBA talvez batesse de frente, mas não tive a oportunidade de testá-los. Em casa eu adoto a seguinte solução: Draytek 2860 (Modem, Load Balance e Firewall) + UNIFI AP AC LR. As 2 soluções são extremamente estáveis. O DRAYTEK permite, inclusive, fazer Wireshark usando espelhamento de porta. Aliás é a solução que está rodando na maioria dos meus clientes há anos.
  11. 18 meses sem higienização do cockpit

    O servidor WebCore, que seria a Central da sua casa (creio), você instalou localmente? Quero entender o funcionamento dele para outro cenário. Pretendo realizar outras integrações com os meus hosts, e vou utilizar o projeto HomeBridge, que é uma aplicação em Linux rodando localmente, capaz de emular as APIs do HomeKit, realizando a integração de dispositivos não homologados. Assim, vou conseguir, por exemplo, automatizar 2 umidificadores cujos controles respondem integralmente por infra-vermelho. Praticamente qualquer coisa poderá ser automatizada.. Uma vez que os "comandos ir" forem interpretados pelo HomeKit, através do HomeBridge, o resto é mera questão da lógica de programação de automatização. Até já importei o IR Blaster (https://pt.aliexpress.com/item/Original-New-Broadlink-RM-Mini3-Black-Bean-Smart-Home-Universal-Intelligent-WiFi-IR-4G-Wireless-Remote/32647630434.html), da Broadlink para iniciar os testes. Realizar esse tipo de integração: https://twitter.com/twitter/statuses/879806830662361088 Para eu estudar o WebCore existe um atalho mais "direto", sem passar pelos errôneos fóruns de discussão da internet?
  12. 18 meses sem higienização do cockpit

    O padrão de tomada inglês é bem interessante. Comprei um produto que veio o cabo padrão de lá e fiquei bem impressionado com a qualidade construtiva. Da densidade dos pinos ao cabeamento. Vem até um fusível dentro dele. Nunca tinha conhecido um cabo com essa funcionalidade. Isso que deveria ser apenas um mero cabo do tipo “Philips”. Mas Deus me livre da tomada de força (3 posições) engatada com 3 pinos macho desse aí. Deve ser bem escrota. Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  13. 18 meses sem higienização do cockpit

    Ah... o Youtube... Há sempre um "abençoado" pelo capeta, para espalhar a desinformação... E o pior é que eu já encontrei esse tipo de instalação elétrica dentro da residência de amigos. O pessoal não tem noção do risco que podem estar correndo, e também criando para os outros.
  14. 18 meses sem higienização do cockpit

    Se tu tivesse usado fita isolante para executar esse serviço, eu mesmo ia aí na tu cidade para lhe dar um tapa de luva de pelica bem no meio da cara. kkk Tecno-sedentário tem mais é que sofrer! Quando comprei o apartamento aqui, mandei rasgar as paredes todas para abrir os pontos de tomadas. Deixei logo foi 6, por cômodo, com 3 tomadas cada. Só a cozinha é que tem 8 pontos estratégicos (24 tomadas), no padrão 20A, mas que agarram e engatam firmemente as tomadas de 10A.. A fiação, que era rígida, arranquei por inteira. Até as lâmpadas trabalham com fio de 2,5mm, quando pede apenas 1,5mm. Depois separei os cômodos por disjuntor. E coloquei um DR para proteger todo o sistema. Mesmo tudo normatizado e testado, num belo dia esqueci a janela do banheiro aberta (ela tem 70Cm de abertura máxima). Nesse dia caiu uma chuva torrencial dos inferno. Entrou água por lá, atingiu o meu sistema LEDs que fica escondido atrás do espelho. Mas como meio que previ que isso poderia acontecer em algum momento, já foi instalado com proteção IP68 (submersão). Á água continuou escorrendo pela parede e encontrou o apagador conjugado. Ele recebeu água e gerou um curto-cicuito. O dispositivo DR principal detectou e derrubou todo o sistema elétrico do apartamento. Quando cheguei em casa, sem perceber, na pressa, subi a chave do disjunto do banheiro e do DR. Só ouvi o último pipoco, ao tempo que o sistema era completamente derrubado novamente.. Confesso que fiquei preocupado. Analisando, tomada a tomada, com uma lanterna, foi que descobri claramente causa do problema: foi a janela do banheiro. Liguei os pontos. Troquei o modelo do apagador conjugado. Hoje ele é selado com silicone por dentro. Já estive em algumas residências de alto padrão e fiquei impressionado com a péssima qualidade das instalações elétricas. Bem apavorante. Pior, são aqueles adaptadores vagabundos (T) que eles utilizam. Imagina a realidade na maioria das famílias brasileiras. E foi numa brincadeira dessas (ignorância) que aquele prédio abandonado de São Paulo pegou fogo por inteiro.
  15. 18 meses sem higienização do cockpit

    É que no Brasil é crime mesmo vender tomadas do padrão antigo. Tanto para o pino MACHO quanto o Fêmea. Então, encontra-se apenas adaptadores ou cabos prontos pra substituição. Agora eu fiquei curioso para saber como é o formato da sua tomada medidora. -------------------------- Ooopa! Verifiquei aqui no anúncio, que essa já é a tomada medidora. Ou não?