Bereba

Members
  • Total de itens

    494
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    19

Bereba last won the day on May 18

Bereba had the most liked content!

1 Seguidor

Sobre Bereba

  • Rank
    Advanced Member
  • Data de Nascimento 05/17/1975

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    São Paulo - SP

Últimos Visitantes

830 visualizações
  1. friso lateral

    https://revistaautoesporte.globo.com/Servico/noticia/2015/07/teste-de-produto-protetor-de-porta.html TESTE DE PRODUTO: PROTETOR DE PORTA Testamos e selecionamos o melhor protetor de porta para seu carro por MARCUS VINICIUS GASQUES (COM MARIANA BENVENIDO) Compartilhar Assine já! 10/07/2015 07h22 TESTAMOS E ESCOLHEMOS O MELHOR PROTETOR DE PORTA PARA SEU CARRO (FOTO: MARCOS CAMARGO/ AUTOESPORTE) Brigas entre vizinhos são comuns nas garagens dos prédios. Vagas apertadas e sem espaço entre os carros acabam sendo um problemão no dia a dia. Algumas vezes, encontramos a lateral do veículo amassada e com riscos na pintura. Para evitar essa dor de cabeça e proteger a lataria surgiram os protetores de porta. Autoesporte selecionou quatro marcas diferentes e testamos cada uma delas. Confira nossa avaliação. SAIBA MAIS TESTE DO PRODUTO: HIDRATANTE DE COURO TESTE DE PRODUTO: REPELENTE DE ÁGUA TESTE DE PRODUTO: PELÍCULA LÍQUIDA PUBLICIDADE inRead invented by Teads 1. Shields - Nossa escolhaPreço: R$ 74,90* Das marcas testadas, a Shields foi a que mais agradou. Ela cumpre o que promete, protegendo a lataria e pintura do carro. A instalação é bem simples, basta aproximar o ímã da porta e pronto, os protetores ficam presos e não desgrudam. O produto é vendido em vários tamanhos, é bem flexível e não estraga com água. A fita de segurança inibe, mas não evita o furto. 2. AutoprotetorPreço: R$ 59,00** Oferece ótima área de proteção e fica bem fixo no carro, mas não é prático de instalar. Os ímãs são resistentes, mas os cabos de segurança de aço acabam atrapalhando e podem riscar a pintura. Só conseguimos colocá-lo nas portas do carro, mas ele protege bem e evita batidas na lateral. O material é resistente, e em contato com a água não estragou. RECOMENDADO PARA VOCÊ Tablet Samsung Galaxy Tab A Note P585 16GB 10,1 ´ - 4G Wi - Fi Android Proc. Octa Core Câm... 10 x R$145,25 CLIQUE AQUI Tablet Multilaser M7, 8GB, Dual Chip, 3G, Wi - Fi, Bluetooth, Branco - NB224 12 x R$21,64 CLIQUE AQUI Tablet M10A Preto Quad Core Android 6.0 Dual Câmera 3G E Bluetooth Tela 10 ´ Polegadas... 5 x R$117,80 CLIQUE AQUI iPad Apple 32GB Cinza Espacial Tela 9,7 ´ Retina - Proc. Chip A9 Câm. 8MP Frontal iOS 10 Touch... 10 x R$189,46 CLIQUE AQUI 3. ProteportaPreço: R$ 59,90*** Fácil de instalar, adere com facilidade à porta e não risca o veículo. Porém, o ímã é fraco e só foi possível usar na lateral do carro. Protege bem, mas não tem cabo de segurança. É feito com material 100% reciclável e vale o preço. O que atrapalha é o tecido envolvendo o protetor, que pode estragar com água. Por isso, não é recomendado usar em garagens descobertas. 4. ProtechoquePreço: R$ 282,00**** Mais caro entre os produtos testados, o Protechoque não é prático e também não é a melhor opção para quem precisa proteger a lataria do carro. A instalação é trabalhosa: é preciso furar o teto para pendurá-lo, o que restringe seu uso quando a vaga em uma garagem compartilhada não é exclusiva. Preso com tirantes, ele não fica no próprio veículo e pode atrapalhar nas manobras.Dicas 1 - Não usar o protetro de porta com o veículo em movimento.2 - Evitar que os ímãs entrem em contato com objetos eletrônicos.3 - Usar o produto na garagem de casa. Em estacionamentos de shoppings ou na rua há risco de furto, mesmo com o cabo de proteção. *Preço informado pela Shields para dois protetores (780 mm x 90 mm) **Preço informado pela marca Autoprotetor para dois protetores de porta (55 cv x 20 cm) ***Preço informado pela Proteporta para a unidade (80 cm x 3,3 cm) ****Preço informado pela Protechoque para a unidade (2.000 mm x 80 mm de diâmetro)
  2. Golf TSI Manual

    Cara, se vc ficar procurando relatos de problemas em carros em encanar com cada problema relatado, vc não vai comprar nenhum carro. Qualquer equipamento está sujeito a problemas, ainda não inventaram nenhum esquipamento produzido em massa invulnerável a falhas. No caso de veículos é pior, pois a quantidade de peças e componentes é enorme, além dos fatores externos. Até os veículos espaciais (ônibus espacial) já apresentaram problemas graves, apesar de toda a engenharia empregada. Então, desencana e compre o carro que cabe no bolso, não só o valor inicial, mas também e mais importante, que a manutenção caiba no bolso. Use um pouco de razão, mas principalmente, muita paixão. Não adianta nada vc comprar um carro e depois continuar sonhando com o que vc não comprou. Se vc cuidar bem do carro, fizer a manutenção adequada e conduzir de forma normal, dificilmente qualquer carro dará problema. Todos os carros e seus componentes passam por controle de qualidade... E qdo escapa tem Recall e Garantia.
  3. O produto mais vendido pela VW é Salsicha

    É que eles bebem com bastante cerveja, daí mata as bactérias...
  4. Aviso de Falha

    Eu acho que o preço do seguro do Golf também é igual aos dos seus concorrentes de mesma categoria. @RicW vc consegue fazer esse comparativo também?
  5. Volkswagen mais vendido do mundo é uma salsicha Enquanto o queridinho da Volks no mundo não atingiu 1 milhão de unidades em 2017, as salsichas quase chegaram a 7 mi 15/05/2018 - Redação / Fotos: Divulgação / Fonte: iCarros Salsicha é o Volkswagen mais vendido do mundo 1/3 Iguaria culinária é do tipo Currywurst 2/3 Volkswagen produz salsichas há mais tempo que o Golf 3/3 Pensou que o Golf era o Volkswagen mais vendido no mundo? Para a surpresa de muitos a resposta é não. Em 2017, o produto mais vendido da marca atingiu 6,8 milhões de unidades contra 952 mil unidades do Golf. Afinal, que carro tão lucrativo é esse? Na realidade não é bem um carro, mas sim salsichas. Sim, salsichas Volkswagen. Leia mais: VW Gol é o usado mais comercializado em abril Volkswagen Golf GTI ganhará versão com 290 cv Novos VW Gol e Voyage 2019 automáticos podem ficar assim http://www.icarros.com.br/noticias/geral/volkswagen-mais-vendido-do-mundo-e-uma-salsicha/24659.html Error loading player: Network error Por mais estranho que isso possa parecer, a Volkswagen produz salsichas do tipo Currywurst há 45 anos e, de longe, é seu produto mais vendido no mundo. O número é tão impressionante que supera a venda em 2017 de todos os carros que fazem parte do grupo VW, incluindo das marcas Audi, Porsche, Lamborghini, Seat, Skoda e Bentley. Veja ofertas de carros da Volkswagen As salsichas são produzidas na Alemanha desde 1973 e só podem ser encontradas no país sede da marca. Comumente, alguns revendedores oferecem um pacote com cinco unidades da iguaria culinária da Volkswagen como presente para os compradores de carros novos. Já pensou em comer um salsicha com o mesmo logo do seu carro novo?
  6. Aviso de Falha

    Ótimo trabalho de pesquisa. Muito bom para desmistificar algumas coisa...
  7. Luz de apoio no retrovisor!

    Do Manual do Veículo: Iluminação periférica dos espelhos retrovisores externos A iluminação periférica dos espelhos retrovisores externos ilumina o ambiente direto das portas durante a entrada e saída do veículo. Ela é ligada ao destravar o veículo, ao abrir uma porta do veículo, bem como com a função “Coming Home” ativada ou a função “Leaving Home” ligada. Em versões com um sensor de luz, a iluminação ambiente dos espelhos retrovisores externos é ligada apenas com escuridão. No sistema Infotainment pode ser ajustado por meio do botão  e das superfícies de função  e luz o período de de acendimento e a função pode ser ativada ou desativada ⇒ Página 32. Com a função “Coming Home” ligada, quando a porta do condutor é aberta, nenhum alerta sonoro soa para indicar que a luz ainda está ligada. Menu Submenu Possibilidades de configuração outras informações Ajustes das luzes Assistência das luzes As seguintes funções podem ser ativadas ou desativadas: – Dynamic Light Assist, – Farol direcional dinâmico, - Luz de condução automática (na chuva), – Sinais intermitentes de conforto ⇒ Página 107 As seguintes funções podem ser ajustadas: – Momento de ligar o controle automático da luz de condução. – Modo de viagem (trânsito à esquerda ou à direita). Luzes do habitáculo As seguintes funções podem ser ajustadas: – Iluminação dos instrumentos e dos interruptores, – Iluminação ambiente dianteiro, – Iluminação ambiente nas portas, – Iluminação da área para os pés. Função "Coming / Leaving home" As seguintes funções podem ser ajustadas: – Duração da função Coming home, – Duração da função Leaving home,
  8. REPARO DO CÂMBIO DSG7 APÓS GARANTIA

    Srs; Pesquisem no Fórum e acharão a resposta.
  9. Problema nos bicos injetores!!!

    O carro estava normal, só o consumo que parece que aumentou. Segundo a consultora da css, trocaram todos os bicos, o que particularmente acho difícil, pois seria muito difícil ter dado problema em todos, mas pode ser que seja uma política de já trocar todos. Foi dentro da garantia... Acaba agora em agosto de 2018.
  10. Novo Golf estréia em 2019

    Volkswagen contraria Ford e diz que seguirá vendendo sedãs nos EUA INDÚSTRIA PrincipalVolkswagenNotícias MAI 02, 2018 em 09:22 1 POR: DYOGO FAGUNDES, Repórter "Seremos uma fabricante capaz de oferecer um portfólio completo", disse Hinrich Woebcken Na contramão da estratégia seguida pela Ford, que recentemente anunciou sua retirada do segmento de sedãs nos Estados Unidos, a Volkswagen confirmou que seguirá firme apostando na categoria. Em conversa com o site Digital Trends, o chefão Hinrich Woebcken lembrou da importância dos três volumes para a empresa nos mais variados mercados e reiterou a chegada de novidades em breve. "Estamos pretendendo ser uma fabricante de carros capaz de oferecer uma linha completa", argumentou. Leia também: Vídeo: Volkswagen compara novo Jetta com a primeira geração de 1980 Primeiras Impressões Volkswagen Jetta 2019 - A melhor safra do sedã Flagra - Novo VW Jetta 2019 segue em testes no Brasil A favor dos sedãs, Woebcken mencionou a chegada recente da nova geração do Jetta e prometeu para logo a substituição da atual encarnação do Passat norte-americano. Além disso, lembrou que os sedãs levam vantagem sobre outras carrocerias no segmento elétrico, em especial por questões aerodinâmicas. “Quando você está falando sobre carros elétricos, os sedãs têm mais vantagens. A forma e o coeficiente de arrasto têm efeito na autonomia. Portanto, talvez tenham maior participação entre elétricos do que outras categorias", disse. Não por acaso, o chamado I.D. Vizzion (protótipo sedã da nova família de elétricos da marca) apresenta maior alcance que os irmãos Crozz (SUV) e Buzz (minivan) - 665 quilômetros, contra 500 km e 435 km, respectivamente. Ainda assim, o executivo alerta que "a questão de saber se a mobilidade elétrica favorecerá sedãs ou SUVs ainda não foi respondida". Por isso mesmo, Woebcken garantiu a manutenção dos sedãs, mas disse que não deixará de lado pesados investimentos em SUVs. Só nos EUA, a marca lançará até 2020 o Atlas Cross Sport (variante de 5 lugares) e o inédito Tarek - modelo que também chegará ao Brasil. No longo prazo, a empresa avalia o avanço dos utilitários como algo permanente e diz que a tendência não irá se reverter. Fonte: Digital Trends https://motor1.uol.com.br/news/240868/volkswagen-seguira-apostando-em-sedas/
  11. Problema nos bicos injetores!!!

    Vou contar a minha novela no caso da "luz de injeção". No final do ano passado, ela acendeu. Levei na CSS e deram um reset. Andei um pouco e ela acendeu novamente, mas como já estava perto da revisão, deixei pra verificar na revisão. Na revisão falei sobre a luz e que já tinham dado reset e não resolveu. Então eles deram outro reset e atualizaram o software da central, para ver se não voltava. Depois de alguns quilômetros, a luz voltou a acender. Levei de volta para a CSS e tive que deixar 2 dias para fazerem o diagnóstico com a fábrica. Veredito: Necessário trocar os bicos injetores. Aguardar 8 dias úteis para chegar a peça. Depois de 2 ou 3 semanas, chegaram os bicos. Deixei o carro 3 dias para efetuarem a troca. Agora o carro está perfeito, ficou até mais econômico...
  12. Novo Golf estréia em 2019

    https://epocanegocios.globo.com/Empresa/noticia/2018/04/ford-passara-vender-so-dois-carros-nos-eua.html Ford passará a vender só dois carros nos EUA Empresa quer comercializar apenas as linhas do Mustang e do Focus Active 26/04/2018 - 17H36 - ATUALIZADA ÀS 17H36 - POR ÉPOCA NEGÓCIOS ONLINE Compartilhar Assine já! FORD MUSTANG. VEÍCULO SEGUIRÁ FAZENDO PARTE DO PORTFÓLIO DA FORD NOS ESTADOS UNIDOS (FOTO: DIVULGAÇÃO) A Ford decidiu mudar de estratégia nos Estados Unidos. A empresa anunciou que reduzirá o número de modelos vendidos no país drasticamente. Até 2020, quase 90% de sua frota será composta de caminhões, utilitários e veículos comerciais. O restante será dividido em apenas dois modelos: o Mustang, um líder de vendas da empresa, e o Focus Active, veículo que será lançado em 2019. SAIBA MAIS Uber cria serviço de aluguel de carros nos EUA Qual é o destino dos carros? Jaguar e Waymo anunciam carro elétrico totalmente autônomo Como FGV, Insper, Dom Cabral, Saint Paul e FIA estão transformando a educação executiva Venezuela lança sua moeda digital, o petro Atualmente, a Ford oferece seis modelos sedãs e coupés nos Estados Unidos: Fiesta, Focus, Fusion, C-Max, Mustang e Taurus. Deles, apenas o Mustang continuará no portfólio. No relatório financeiro pelo qual anunciou a mudança, a empresa cita redução na demanda. Segundo o TechCrunch, os automóveis da marca Lincoln, um braço de carros de luxo da Ford, também devem sofrer com as mudanças e desaparecer do mercado norte-americano. "Estamos comprometidos a tomar as ações apropriadas para entregar crescimento lucrativo e maximizar os retornos a longo prazo sobre nossos negócios", disse Jim Hackett, presidente e CEO da Ford, no relatório financeiro. "Onde pudermos aumentar o retorno e melhorar o baixo desempenho parcial de nosso negócio fazendo adequações a ele, o faremos. Se um retorno apropriado estiver à nossa vista, nós mudaremos o capital de lugar, para onde possamos disputar mercado e ganhar." Recomendado para você PONTOSLIVELO.COM.BR Recarga Vivo Resgate seus pontos agora! CLIQUE AQUI PONTOSLIVELO.COM.BR Forno Tostador Multi C... Resgate seus pontos agora! CLIQUE AQUI PONTOSLIVELO.COM.BR Recarga Claro Resgate seus pontos agora! CLIQUE AQUI PONTOSLIVELO.COM.BR Recarga TIM Resgate seus pontos agora! CLIQUE AQUI Outro compromisso anunciado pela empresa é a opção por investimentos em veículos híbridos, que aceitam eletricidade como combustível. A companhia espera trazer 16 automóveis movidos à bateria elétrica para o mercado até 2022. O primeiro lançamento está previsto para 2020.
  13. Novo Golf estréia em 2019

    https://g1.globo.com/carros/noticia/ford-vai-desistir-de-maior-parte-de-sedas-nos-eua-incluindo-fusion-e-fiesta.ghtml Ford vai desistir de maior parte de sedãs nos EUA, incluindo Fusion e Fiesta Montadora planeja linha com 90% de SUVs, picapes e veículos comerciais até 2020. Mustang e Focus Active serão mantidos Por Reuters 26/04/2018 09h20 Atualizado há 21 horas Ford Fusion (Foto: Ford/Divulgação) AFord revelou nesta quarta-feira (25) um plano para cortar custos e impulsionar as margens de lucro em ritmo mais rápido que o anunciado anteriormente, algo que inclui desistir de modelos tradicionais de sedãs na América do Norte, como Fusion e Fiesta, cada vez mais impopulares entre os consumidores. A segunda maior montadora de veículos dos Estados Unidos agora planeja cortar US$ 25,5 bilhões em custos até 2022, ante US$ 14 bilhões previstos no plano anterior anunciado no ano passado. O presidente-executivo da Ford, Jim Hackett, afirmou a investidores que a companhia está passando por um "profundo reposicionamento" de suas operações e pode sair de negócios não lucrativos. A Ford "não vai investir em novas gerações de sedãs tradicionais para a América do Norte", incluindo Fusion, Fiesta e Taurus, disse a montadora. Respondendo à mudança na demanda dos consumidores em direção a utilitários esportivos (SUVs) e picapes, a Ford afirmou que planeja reduzir seu portfólio de carros na América do Norte a apenas dois modelos: o esportivo Mustang e o crossover compacto Focus Active a partir de 2019. No comunicado, a empresa não informou de que modo isso pode influenciar nas operações no mercado brasileiro. Ford Mustang será mantido pela fabricante (Foto: Marcelo Brandt/G1) Reestruturação A companhia tem sido pressionada por investidores em Wall Street para melhorar sua linha de produtos e margens de lucro. Em 2017, o lucro antes de impostos da Ford caiu para US$ 8,4 bilhões ante US$ 10,3 bilhões um ano antes. "Vamos reestruturar conforme seja necessário e seremos decisivos", disse o executivo. "Vamos cuidar da parte saudável de nossos negócios" e dispensar operações marginais, disse Hackett. A Ford espera margem de lucro antes de impostos de 8% no mundo e 10% na América do Norte até 2020, antes da meta anterior de 2022. Lucro no trimestre A Ford divulgou que teve lucro líquido no primeiro trimestre de US$ 1,74 bilhão, ou US$ 0,43 por ação, ante US$ 1,6 bilhão, ou US$ 0,40 por papel, em igual período um ano atrás. Analistas, em média, esperavam lucro de US$ 0,41 por ação. Apesar do crescimento do lucro, a margem caiu de 6,4% para 5,2 % no período. A única região, além da América do Norte, em que a Ford teve lucro no trimestre foi a Europa. O prejuízo da empresa na região Ásia-Pacífico foi puxado por queda das vendas na China, onde a Ford apenas começou a lançar novos modelos. Joe Hinrichs, presidente de operações globais, afirmou que a Ford planeja fabricar um novo produto em sua fábrica em Hermosillo, no México, quando abandonar a produção do Fusion, e que vai fábricar no México um novo veículo elétrico.
  14. Novo Golf estréia em 2019

    https://motor1.uol.com.br/news/240409/ford-modelos-eua/ Ford vai matar Fiesta e Fusion e terá somente picapes e SUVs nos EUA MERCADO PrincipalFordNotícias ABR 26, 2018 em 08:37 12 POR: ANTHONY ALANIZ, Associate Editor Marca prefere focar nos modelos que realmente vendem Para os norte-americanos, escolher um carro da Ford será mais complicado caso não goste de picapes ou SUVs. A marca confirmou os planos de eliminar boa parte de sua linha atual, como os hatches Fiesta e Focus e os sedãs Fusion e Taurus, para focar no que realmente dá lucro no país: SUVs, crossovers e picapes. Na prática, isso significa que a Ford terá só dois carros nos EUA: o esportivo Mustang e o Focus Active (versão aventureira do novo Focus). De acordo com o The New York Times, a fabricante está perdendo dinheiro com Fiesta, Focus e Fusion. “Ao longo dos próximos anos, o portfólio do carros da Ford nos Estados Unidos irá passar para dois veículos - o líder do segmento Mustang e o novo crossover Focus Active, que chega no ano que vem", disse a empresa no relatório financeiro do primeiro trimestre. A nova estratégia da Ford também inclui novos tipos de motorização, como incluir sistemas elétricos nos carros com maior margem de lucro, como a picape F-150, o esportivo Mustang e os SUVs Explorer, Escape e Bronco. A empresa começará a sua linha de carros elétricos com um esportivo de alto desempenho previsto para 2020. E ainda planeja colocar 16 modelos EV no mercado até 2022. “Estamos comprometidos em tomar todas as atitudes apropriadas para aumentar o lucro e maximizar os retornos de nosso negócio a longo prazo", disse Jim Hackett, presidente e CEO da Ford, no relatório financeiro divulgado. "Se pudermos aumentar nosso lucro reduzindo as partes que dão menos retorno, nós iremos. Se o retorno financeiro apropriado não estiver no horizonte, iremos mudar o investimento para onde possamos ganhar." 28 fotos A notícia de que a Ford está revendo sua linha para eliminar sedãs e focar em SUVs e crossovers não significa que não terão novos produtos. A fabricante irá explorar o que chama de "espaços em branco" - que seriam veículos que combinam os melhores atributos de carros e utilitários. Não há uma previsão de quando a Ford deixará de vender C-Max, Fiesta, Focus, Fusion, e Taurus nos EUA. Porém, a empresa diz no relatório: "Por exemplo, até 2020, quase 90% da linha ad Ford nos EUA serão de picapes, utilitários e veículos comerciais." É relativamente cedo. E ainda não sabemos como isso pode afetar o Brasil. O futuro do Fusion já era questionado há um tempo e, com o anúncio do fim para os EUA, a marca pode trazê-lo de outro lugar e encerrar a produção mexicana. Outro ponto importante é que, embora tenha falado somente dos EUA no momento, não sabemos quais são os planos de Hackett para os outros mercados onde a Ford atua. Fonte: Ford
  15. Novo Golf estréia em 2019

    Eu acho que essa moda de SUV é passageira aqui no Brasil. SUV são carros gastões, desajeitados e grandes, que não se encaixa ao nosso trânsito caótico, ruas estreitas, poucas vagas de estacionamento e preço de combustível alto. Lá nos EUA o povo não está preocupado com consumo de combustível, as ruas são largas, o trânsito é civilizado e o preço do combustível é baixo. Além disso eles gostam de carros grandes, para compensar o pinto e o cérebro pequenos. Já na Europa a preocupação com a emissão de poluentes faz a busca por carros mais eficientes e econômicos, que são os hatches. https://garagem360.com.br/mais-vendidos-eua-e-europa-2017/ Já aqui no Brasil, não temos consciência ecológica tão forte, mas os custos de combustível nos farão buscar a redução de consumo de combustível. Nosso trânsito caótico também pede carros menores, para ter agilidade e manobrabilidade. Fora a possibilidade de estacionar em qualquer vaga na rua. E neste quesito, os carros mais eficientes e mais econômicos são os hatches. Temos um outro problema que impulsionam os SUVs no Brasil, que são os buracos nas vias. Essa sim é uma grande vantagem, pois buracos não é mais privilégio de áreas pobres. Talvez dê certo o que a reportagem fala, de hatches aventureiros, ou seja, carros que aliem baixo consumo de combustível, agilidade, facilidade de manobras e possibilitem andar em vias esburacadas. Eu por exemplo, aprovaria um Golf Cross...