Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 07/02/19 in all areas

  1. 7 points
    MBourne

    Troca da Correia Dentada - TSi

    Fala galera, tudo certo?! Vou dar meu depoimento aqui sobre a troca das correias e acredito que possa ajudar bastante gente: Vamos lá, tenho um TSI 1.4 14/14 Alemão com 51.042 km, fiz a 9º revisão agora em Julho e o técnico sugeriu que fizesse a troca do jogo de correias (Dentada, Poly V(Alternador), polia e tensor e Jogo de Velas(4 no total)), segundo ele o indicado seria 60.000km ou 4 anos, o que ocorrer primeiro, o orçamento na css Saga foi de R$1940. Um amigo que também tem um Golf já havia me dito que essa troca seria cara, ainda sim preferi não fechar na css antes de dar uma pesquisada. Bom, foi uma saga a busca por essas peças, entender os códigos exatos de acordo com seu chassi, os fornecedores(ai vc encontra desde outras css, css anunciando produtos no mercado livre, css revendendo peças de distribuidores locais, me parece que essa última opção gera mais margem para as css, dado que é o que eles ofertam primeiro. Ex.: me ofereceram correia da marca contitech, que é o msm fabricante que faz as peças para a montadora, porém não vem na caixa da "volks" como as peças que a montadora manda para as css e que são fabricadas peço mesma indústria) Bom, essa novela da identificação correta das peças para o carro, e a compra ocorreram num intervalo de uns 15 dias. As peças foram compradas em duas css Volks que anunciam no Mercado livre, foram os melhores preços que encontrei e todas vieram para as css através da indústria (Volks), ou seja não foram compradas de distribuidores de peças locais. Agora vem a parte interessante e que pode ajudar os demais usuários que pretendem trocar essas peças: Fazendo as pesquisas de preço, percebi que o item mais caro era a tal da polia reversora, código: 04E 109 244 B. 04E 109 244 B - Quando eu passei o chassi para as css consultarem as peças, foi esse código de polia que apareceu pra eles. Essa é uma peça importada da Alemanha e talvez por isso o preço salgado, média das cotações que fiz foi de R$600 reais. Conversando com o vendedor das peças da css Sorana que vende as peças no Mercado Livre, ele me passou um orçamento dessa polia num preço muito melhor, cerca de 1/4 do valor, logo de cara percebi que o código era diferente 04E 109 244 D. Questionei sobre a compatibilidade e ele me disse que se tratava da mesma peça, porém uma era fabricada no Brasil e outra na Alemanha, ele me mandou fotos das peças e de fato, eram idênticas. Acabei ligando na fábrica da Volkswagen para questionar sobre isso e pra minha surpresa eles confirmaram que ambas eram compatíveis. Comprei essa polia mais barata e troquei em uma oficina local aqui, dado que o pessoal da css Saga, nem seu deu ao trabalho de me passar um orçamento do serviço da troca. Talvez tenhamos mais peças nacionais compatíveis, mas me parece que o pessoal das css onde pesquisei desconhecem isso, ou simplesmente não se importam, dado que é algo que meio que não temos escolha né?! Precisamos trocar. Meu conhecimento sobre esses detalhes é muito limitado e a coleta de informações foi meio que "garimpado" contando a ajuda de um ou outro vendedor de peças dessas css, mas acabou dando tudo certo. Os itens trocados foram: Velas - Mercado Livre - Brasal (Css Brasília) R$368: 4 Velas: 04E 905 612 C - R$368 Kit Correias, Polia e Tensor - Mercado Livre - Sorana (Css São Paulo) R$513: Correia Dentada: 04E 109 119 L Correia Poly V: 04E 145 933 R Polia: 04E 109 244 D Tensor: 04C 109 479 J O custo total das peças foi de R$881 contra R$1.255 da Saga(css local), olhando assim a diferença não parece muito grande, mas a peregrinação ajudou a conhecer mais sobre as peças e me deixa um pouco mais preparado pra falar por exemplo com o cara que me atende na oficina e tenta as vezes te empurrar coisas que nem preciso. O custo da mão de obra foi de R$400, fechando um total de R$1.281 contra os R$1.940 oferecidos pela css inicialmente. Importante reforçar aqui turma que o serviço de troca precisa ser executado por uma oficina de confiança com um técnico que de fato saiba trocar, é um serviço demorado que tem muitos detalhes. Bom, espero ter contribuído ai para o conhecimento de todos, ler os relatos de todos aqui me ajudou bastante, principalmente na época em que tive problema com a mecatrônica. Abs!
  2. 6 points
    anghinoni

    Gabarito pra colar emblema traseiro GOLF

    Me deve uma cerveja e dois joinha! Para o GTI
  3. 6 points
    anghinoni

    MOSTRE SUA MÁQUINA AQUI!!!

    Quando eu crescer quero ser que nem o @Lobin Tem um GTI pra encarar as curvas da estrada e um TSI para o dia a dia...
  4. 6 points
    17 – DEIXE O SOM DIGITAL ROLAR [TECNOLOGIA] Existem vários aplicativos e sites de rádio, mas nenhum tão completo quanto o TuneIn. Ele organiza estações de rádio de um jeito que você pode ouvir uma emissora local com tanta facilidade quanto uma da Antártida, Zerbaidjão, de São Paulo ou mesmo do Japão. Dentre algumas opções ele te dá o direito de escolher seus favoritos, organizar por gênero ou local, agendar e ainda gravar os programas de rádio. Tudo isso de forma bastante intuitiva. Transformei a central do Golf (de 2013) em um super receptor FM internacional e com qualidade de som digital. O TuneIn é o app para quem quer ouvir o rádio em sua melhor forma. Outro excelente App (e que dispensa comentários) que vale a pena ter instalado no seu smartphone para usar a qualquer momento junto a central multimídia do Golf é o Spotity. A comunicação entre o APPs e a Central do Golf é via bluetooth, no perfil AD2P. O AD2P é o perfil do Bluetooth Stereo que define como o áudio estéreo de alta qualidade pode ser tocada de um dispositivo (smartphone) para outro (central infotainment) através de uma conexão bluetooth
  5. 5 points
    Lobin

    MOSTRE SUA MÁQUINA AQUI!!!

    Tinha como certo que venderia o TSi esse ano, pois o adquiri em 2014 e há anos não ficava tanto tempo com um carro. Ainda não vejo sentido trocar um carro que, apesar de contar com 6 anos de uso, está com boa quilometragem, nunca deu problema e ainda tem custos de seguro e manutenção baratos, mesmo sendo importado. Por enquanto vou ficando com ele e o Gteco, e para dar aquela animada, decidi mudar a cor das rodas. Roda original VW modelo ONYX black - código 5K00714978Z8.
  6. 5 points
    1 – PEÇAS DE REPOSIÇÃO [SEU BOLSO/ MANUTENÇÃO] Qualquer peça de reposição para veículos do grupo VAG é identificada em códigos denominados Part Number. O Part Number da peça de reposição em questão, por sua vez, é obtido através da consulta do número de chassi do veículo a partir do sistema de gestão oficial da VW que é disponibilizado aos concessionários autorizados. Sendo assim, qualquer um (proprietário ou não) poderá solicitar orçamentos junto ao concessionário autorizado bastando para isso informar o código do chassi do veículo para a consulta de peças específicas. Essa é uma maneira segura e confiável de comprar as peças de reposição que são absolutamente compatíveis com o veículo do proprietário. A dica de ouro é utilizar a plataforma http://www.pecas-on-line.com.br/ para buscar o Part Number desejado. O “Peças Online” é o site que reúne diversos fornecedores (concessionários autorizados e importadores), ordenando a consulta do usuário ao estoque e valores praticados dentro da rede de lojas participantes do sistema. Na plataforma Peças Onlne é possível consultar a disponibilidade de peças, o nome da loja ou concessionário autorizado, seus respectivos dados de contato, e o valor praticado. Ao entrar em contato com alguma loja, no entanto, se os valores estiverem divergentes do site não esqueçam de informar que a consulta foi realizada através da plataforma http://www.pecas-on-line.com.br/ visto que os valores praticados para clientes de balcão e clientes de internet podem ser completamente divergentes.
  7. 5 points
    iCardeX

    Gasolina Comum vs Aditivada - Funcionamento

    Vamos deixar de achismos e vamos falar de fatos. O problema de fundição dos motores 1.0L não teve nada a ver com o óleo ser da Castrol ou da Motul, ou qualquer outro fabricante. A própria VW assumiu que foi uma sequência de erros dela mesma. Tanto é que, à época, ela publicamente afirmou que ela mesmo decidiu mudar especificação do óleo, repito, excluindo qualquer responsabilidade do fabricante do óleo, e erraram. Já os concessionários declaravam extra-oficialmente que era problema de folga excessiva nas peças internas do motor, inclusive afirmando esses problemas possivelmente eram defeitos causados por usinagem incorreta de algumas peças. Fora isso, eu, que era proprietário de um Gol G5 Power (não foi afetado!), vi que estava impresso no manual de manutenção que era para realizar a troca do óleo a cada 15.000Km, quando o correto deveria ser a cada 10.000km. Inclusive, me mandaram outro manual pelos correios. Eu não lembro qual era a especificação do óleo para o motor 1.0, mas o meu 1.6 EA-111 usava 5W40 (tanto faz a marca), e eu o vendi com 180.000KM de trabalho. A concessionária, em 2013, me pagou a tabela Fipe nele, e assim eu comprei o Golf. O motor G5 Power nunca apresentou qualquer problema comigo.
  8. 5 points
    Bereba

    Adeus ou Até Logo...

    Eu queria um híbrido. Elétrico ainda é inviável... Eu estava esperando o Golf GTE para decidir o que fazer... Mas veio muito caro... A performance não é tão ruim assim, é claro que não chega aos pés do Golf ou do Civic Touring, mas dá para andar sem passar tanta raiva como um carro 1.0. E tem as suas vantagens. Hoje fiz 16,8 Km/l para vir trabalhar, no Etanol!!!! E não tenho mais que me preocupar com o Rodízio de veículos aqui de São Paulo. Ganhei R$ 250,00 de devolução do seguro do Golf que transferi para o Corolla. O IPVA aqui no estado de São Paulo é menor (3%) para veículos a gás, híbrido ou elétricos. https://portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ipva/Paginas/mi-aliquota.aspx E a Prefeitura de São Paulo devolve 40% do IPVA nos 5 primeiros anos (Veículo com valor menor que R$ 150.000,00). https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/meio_ambiente/organizacao/index.php?p=265486 5 anos de garantia no carro e 8 anos no sistema híbrido.
  9. 5 points
    iCardeX

    Adeus ou Até Logo...

    Cada um tem as suas próprias diretrizes de escolha. Além da economia com o combustível, confiabilidade na marca (são 8 anos de garantia) o Bereba deixou evidente a preocupação em adquirir um veículo menos poluente. O Golf e o Civic queimam suco de crocodilo praticamente da mesma forma. Veículos híbridos causam menos impacto para o planeta. Aliás, alimentado com combustível vegetal, o Corolla se torna o veículo híbrido mais limpo do planeta. E te digo mais: 140Kgmf@25,5Kg e passar a maior parte do tempo em engarrafamentos não serve para porra nenhuma. Fora isso, tá todo mundo careca de saber que a VW está com outra postura de garantia para os câmbios DSGs: ela literalmente apertou o botão do foda-se para os consumidores que saíram do período de garantia de fábrica. Eu teria optado pelo Civic apenas por afinidades pessoais com a marca Honda, mas o @Bereba está corretíssimo em sua estratégia de escolha.
  10. 5 points
    iCardeX

    GTE chega em nov/19 e GTI sai de linha

    Pois é. A VW é uma "Maria Zé Ruela" em termos de estratégica para o nosso mercado. Os executivos dela precisam ter aulas de sinergia econômica para reaprenderem a atuar no nosso mercado. A coisa mudou. Quando trouxeram o MK7, simplesmente provocaram uma reviravolta e revolução no mercado dos veículos hatchs médios. O Golf era, disparado, a escolha que possuía o melhor custo/benefício para os clientes de hatches médios. Tanto que o MK7, no 1 º ano, deu um "Fatality" certeiro no Hyundai i30, e por muito pouco não mandou o Focus para a vala do esquecimento. A estratégia para continuar destronando seus rivais em nosso país foi simplesmente empobrecer tecnologicamente o carro mais curinga de seu escasso portfólio. No final das contas, o título de Golf Killer acabou sendo concedido para o inesperado GM Cruze Turbo. Saiu literalmente da vala da morte para dar um tapa de luva de pelica bem na fuça da VW, e reivindicar um trono que nunca lhe pertenceu. Enfim, a dona VW numa busca cada vez mais incessante pelo maior lucro, ainda por cima, oferecendo o menor custo-benefício para os clientes, e, exageradamente, de repente se viu afogar na própria ganância. Palmas para a VW, minha gente! Todas as palmas para ela. Aliás, ainda no fechamento de outubro 2019, e mesmo com o mercado de hatches reconhecidamente saturado, a GM ainda conseguiu a proeza de desovar 12 Cruze Turbo para cada 1 Golf empurrado no nosso mercado.
  11. 5 points
    high_tension

    Barulho "toc toc toc" no motor

    Pessoal, passando aqui apenas para relatar qual foi o desfecho do meu problema. O barulho acontecia pois um parafuso que prende uma tampa que recobre uma das engrenagens da correia de comando saltou pra fora (provavelmente por falta de aperto) aí toda vez que a engrenagem girava pegava na carenagem que recobre todo o sistema da correia. Por sorte não houve maiores danos, só foi feita a substituição de todos os (cinco) parafusos (por via das dúvidas) e tudo voltou ao normal. Ou seja, no meu caso só foi um susto mesmo.
  12. 5 points
    high_tension

    Troca da Correia Dentada - TSi

    Pessoal, to passando aqui só pra relatar minha experiência. Tenho um Golf 1.4 TSI 13/14 rodando desde fev/14 com 87 mil km e fui pra 9ª revisão. Diante dos fatos colocados aqui no fórum, alguns relatos e tudo mais, estava na dúvida se realmente eu deveria trocar as correias pois o carro não teria atingido a km recomendada para troca (120 mil km) porém já havia passado do tempo recomendado (4 anos e meio). Como se trata de um composto de borracha, há sempre a questão do ressecamento, e como eu pego bastante estrada e estou sempre viajando a serviço com o carro, não poderia correr o risco do carro me deixar na mão, sem contar o preço de reparo do motor em um possível rompimento da correia. Enfim, resolvi fazer a troca. Por curiosidade pedi para ver as correias originais que foram substituídas e aparentemente elas ainda estavam em bom estado, sem sinais de rachaduras ao dobrar nem ressecamentos. Havia um leve desgaste nos dentes da correia, mas é uma situação normal e ainda daria para rodar tranquilamente mais alguns bons km. Porém, como disse anteriormente, preferi fazer a substituição mais por prevenção mesmo, até porque pretendo ficar mais um bom tempo com este carro. Mas talvez pudesse ter esperado um pouco mais. De qualquer forma, sempre será uma incógnita do quanto mais a correia aguentaria e efetivamente quando substituí-la. Pelo sim ou pelo não, resolvi fazer a troca. Apenas a critério de informação, gastei nessa troca R$1.413,96 em uma ccs VW no interior de SP. Pelo que pude perceber, a diferença gritante de valor entre uma ccs e outra se deve, em boa parte, pelos itens que efetivamente são trocados e a mão de obra. Tem lugar que cobra caro pois troca absolutamente tudo do conjunto, algumas coisas talvez até desnecessárias. No meu caso, troquei: correia dentada + rolamento tensor, correia auxiliar (poly-v), correia da bomba d'água + vedante e liquido de arrefecimento. NÃO troquei a polia/tensionador do alternador junto com a correia auxiliar pois o chefe da oficina disse não haver necessidade desta troca conjunta pois a polia estava em boas condições. Eles só recomendam a troca conjunta da polia/tensionador da correia dentada. Algumas ccs incluem este item (polia do alternador) no "pacote" além de cobrarem até os parafusos. Infelizmente não tenho conhecimento técnico suficiente para confirmar ou desmentir o que o chefe da oficina me disse, mas me parece lógico que a polia do alternador feita de materiais muito mais duráveis que da própria correia tenha uma vida útil maior, não sendo necessariamente preciso fazer a troca das duas coisas em conjunto, até porque a polia deve durar mais do que até o próprio alternador. Já a polia/tensionador da correia dentada troca-se por segurança (embora também possa estar em boas condições) e por sofrer um trabalho mais "pesado", por assim dizer. O que acham?
  13. 4 points
    iCardeX

    Comparação de desempenho: Golf x resto

    Eu falei para eles: Vocês conseguiram algo muito raro. Me tiraram do sério. Porque eu sou muito bem humorado, gosto de resolver as coisas na malemolência, na boa, no "keep calm". Disse a eles que eu tinha simplesmente 40 anos. E que o fato de sempre procurar viver a vida numa filosofia positivista, eu não aparentava sequer ter a idade que tenho. Que eu não me estressava com praticamente nada. E não seria a Honda que faria uma ruga aparecer na minha cara. Que estratégia defensiva do funcionário deles, foi a pior coisa que ele podia fazer. Que não cabia piadas ao momento, porque estava ficando feia a postura da concessionária. Que eu podia quebrar todo aquele gelo com uma piada dentro do contexto, mas que eu não faria isso não. Eles iam receber de volta toda a munição que me deram. Teve um momento que eu falei bem assim: Eu - Quem é o João Batista? Gerente - É o diretor-geral da Honda aqui no DF. Eu - Você conhece a teoria dos 7? Entre eu e qualquer pessoa desse planeta, existem apenas mais 7 pessoas no meu círculo de amigos. Entre, eu e o João Batista, só existe uma pessoa. O nome dele é "fulano". Se vocês conhecem o Fulano, significa que vocês sabem que alcanço o João Batista facilmente. Um caso como o meu é tudo que o João Batista vai adorar ter em mãos. Gerente - Compreendo. O João Batista tem filosofia X,Y,Z. Ele não precisa se envolver nesse caso. Eu - Pois é. Até então, eu só conhecia 2 palavras que abriam portas! Gerente: Quais? Eu - Empurre ou Puxe. kkkk (Quebrei o gelo, com esa piada de merda! kkkk) Gerente - Compreendo. Eu - Mas a palavra João Batista parece que tem o mesmo efeito. Parece que abrem e fecham portas. Silêncio no recinto.... sorrizinhos desfeitos.
  14. 4 points
    RAPHAEL JOSEFI

    REPARO DO CÂMBIO DSG7 APÓS GARANTIA

    Boa noite confrades. Darei testemunho de minha situação inusitada e, acho que única no fórum. Meu Golf TSI 1.4, DSG Mexicano está com atuais 42.500 (+ ou -) e, jamais teve revisão feita fora da VW. Meu parça chumbão jamais me deixou na mão, mas desde que o adquiri, com 28.500 + ou -, em 2017, ele dá o tal aviso (2x a 4x ao longo de ano a ano e quase ilegível de tão rápido) que arrepia muitos aqui: "Falha: oficina! Deixar o veículo somente na posição P." Até já cheguei a questionar aqui que isto a mim, parecia um "bug" da arquitetura complexa do veículo e, a Chiapetti também alegou até a 8ª revisão, jamais ter constatado erro no escaneamento da central feito em todas revisões. Entretanto, num dia do ano passado, como sempre, sem algum tipo de padrão (a não ser um clima frio, que noto as mensagens e é única característica "notável" entre os avisos dados e, moro no sul.) a mensagem persistiu por uns 6 segundos, a tal ponto que quase consegui fotografar. fui a 9ª revisão e em suma, parece que este aviso realmente foi detectado e orçaram que precisaria de reparo preventivo. Estranhamente, coisa que não vi aqui no fórum, foi a informação que era a "famigerada" alavanca que é a maior responsável por falha nos golfs mexicanos, na verdade são de 2 tipos e consertos. Uma seria mais "problemática" e a alavanca seria trocada inteira e, a outra, só necessitaria de uma "pecinha" sobressalente para resolver a falha. Constataram que, minha alavanca é a "menos problemática" e o detalhe intrigante é que eles só sabiam disso na teoria, mas na prática, não haviam ainda instalado a tal pecinha e não sabiam se era complicado. Pediram-me 1900 e quebrados pra resolverem. Aleguei a seguinte questão: "Sei que vários veículos VW e até AUDIs de plataformas MQB podem apresentar falhas crônicas em suas alavancas e que, por entender que isto era "vício oculto" e que em outros países já houveram recalls da questão, pedi "reparo em cortesia" para a fábrica da VW e que, pra não dar problemas pra nenhuma parte, eles que intermediassem tal pedido. Decidiram acatar o pedido, só com condição de copiarem meu manual e que eu aguardasse uns dias. Combinado! Viajei uns 2000 km (sem falhas) e passei uns 10 dias sem contactar a Chiapetti VW. Ao contatar a responsável por garantias da CCS, ela informou que foi concedida cortesia total de peças e serviços e até uns 15 dias depois desta fala, chegaria a peça (disse ela importada) e marcariam o procedimento de instalação, com a previsão de 1 dia de serviço. Menos de 10 dias depois, a responsável ligou e disse que precisava marcar para 4 dias depois para levar o carro de manhã pra instalação da peça e a previsão era de pegar o chumbão no fim da tarde. Dito e feito! Fim de tarde estava com o carro na mão, mas questionei o consultor de, como é o registro deste serviço? nota? assinatura e carimbo no manual, ou nada? Respondeu que ele não fez nota no manual e não tinha algum comprovante e que tinha que falar com a garantista sobre isto. Enfim, no outro dia telefonei e fiz mesmo questionamento a moça da garantia. Sem hesitar, me disse que poderia ir lá na hora que quisesse que ela anotaria no manual a descrição e carimbaria. Mais uma vez, feito. Conclusão: não tive dificuldades em proceder em cortesia/garantia total, mesmo fora do prazo em alguns anos. Achei estranha a informação das 2 soluções (será que descoberta recentemente?) para alavanca e as palavras exatas descritas no procedimento são: "Efetuada instalação de micro interruptor da alavanca de câmbio, conforme orientação da Volkswagen." Tomara que possa ajudar as informações aqui descritas. Abraço e aproveitem suas naves!
  15. 4 points
    iCardeX

    Troca da Correia Dentada - TSi

    A minha está completando os 200.000Km e 6 anos e meio. 191.000Km para ser mais exato. Fiz uma vistoria visual e continuo tendo evidências para ficar despreocupado. Diga-se de passagem, o local de trabalho dela estava praticamente blindado. Não encontrei um miligrama de poeira ou qualquer tipo de pó. E vamos acrescentar outros pontos importantes: 1 - As correias de comando não são feitas de borracha vegetal pura e simples, com fibras de vidro ou fios de aço, como eram as correias de décadas atrás. A tecnologia evolui e saímos de uma vida média estimada de 30.000Km para 4X mais, ou seja, mínimo de 120.000KM na linha VW. 2 - As correias modernas são um composto de diversas borrachas (a do Golf usa Borracha Nitrílica Hidrogenada (HNBR)) , acrescentando-se fibras avançadas como Kevlar (elevadíssima resistência) e até revestimento politetrafluoroetileno (TEFLON) que aguenta temperaturas até superiores a 200Cº. 3 - As 2 observações acima nos leva a ponderar que as correias não vão se desintegrar da noite para o dia. Não vão virar farinha, nem porque completaram 4 anos, tampouco porque completaram 120.000Km. Elas vão apresentar sinais de desgastes, e isso vai depender de vários fatores: desde de o modo de condução, passando pela região do globo aonde o veículo trafega, e indo de encontro as severidades mecânicas para a qual o carro é submetido. Cabe ao proprietário estabelecer uma rotina inteligente de inspeção. Por essas e outras, a VW aconselha (na Europa) não a substituição, mas a vistoria, aos 240.000Km. 3 anos atrás "me afirmaram" que a correia dentada do meu veículo iria arrebentar a qualquer momento. Ia ser tipo um aneurisma no motor. Ligou a chave: Pof! Tchau! De lá para cá, tenho tido longas noites de puro sono.
  16. 4 points
    Bereba

    Adeus ou Até Logo...

    Amigos do Fórum; Depois de 4 anos e 6 meses extraordinários com o meu Golf Highline 1.4 TSI DSG 2015 mk7 estou me despedindo dele. Gostaria muito de ter trocado por outro Golf, no caso o Golf GTE, mas o preço de R$ 199.990,00 é proibitivo... E como eu queria um carro híbrido, para reduzir os gastos com combustível e ajudar o Meio Ambiente, depois de pesquisar, fazer algumas contas e ver prós e contras... Comprei um Corolla Hibrído. Vamos ver se o Golf 8 vem pro Brasil e qual será o preço da versão híbrida leve... Quem sabe eu substitua o Corolla e volte à família Golf.
  17. 4 points
    Jorge Jox

    RADIADOR - LÍQUIDO DE ARREFECIMENTO

    O que você tem contra o aditivo original? Atende as necessidades e é o especificado pelo fabricante, logo, foi testado por quilômetros, quilômetros e quilômetros... Já esse aí, pode ser até bom, mas provavelmente não foi testado no seu carro. Eu penso no dito popular: "Em time que tá ganhando não se mexe". Enviado de meu SM-A520F usando o Tapatalk
  18. 4 points
    Truc

    Adeus ou Até Logo...

    Bereba parabéns pela compra! É um belo carro, e ajuda u pouquinho o planeta. Eu tb olhei para o GTE, mas comprar um carro que é obsoleto lá fora, a um preço que só vai se recuperar depois de rodar um milhão de km, não dá. Troquei meu A3, queria um hibrido e estudei o Corolla, mas ocorre que ele é muito sedan para este minha cabeça hatchback. Acabei comprando outro A3, com a sensação que ainda não chegou a hora dos híbridos pra valer no Brasil. Especialmente os plug-in. Agora, não precisa deixar o forum nem se despedir por ter vendido o Golf. O seu conhecimento e história nesse forum valem mais que o fato de ter Golf ou não. Apareça de vez em quando para adicionar valor nas discussões. Godspeed com o Corolla! Truc.
  19. 4 points
    iCardeX

    Gasolina Comum vs Aditivada - Funcionamento

    Na minha opinião seu amigo tá muito é cheio de achismos. Ele seria engenheiro químico, por acaso? Uma coisa é ser contra a marca X ou Y, a outra é ter evidências suficientes de que o óleo produzido por elas não atende as normas vigentes e causam problemas. Se o óleo da Castrol causasse problemas nos motores da VW, pipocariam centenas de milhares de videos no Youtube e assuntos na mídia para denunciar os casos. A título de curiosidade eu já usei umas 8 marcas diferentes de óleo de motor, e nenhum dos meus veículos danificou-se, explodiu, travou ou fundiu o motor. Aliás, o motor do Golf não virou nenhum Ferrari porque usei óleo da Pentosin, muito menos da Motul.
  20. 4 points
    CaduOKT

    Adeus ou Até Logo...

    Não sabia essa da devolução do IPVA, isso e o Rodízio já são uma baita mão na roda. Acaba compensando comparado com um normal. Mas acho que esse carro só vale a pena aqui em São Paulo mesmo, e para quem usa mais no transito, porque consumo em rodovia é equivalente a um carro normal.
  21. 4 points
    Jorge Jox

    Comparação de desempenho: Golf x resto

    Galera, bom dia! Estou de volta! Estou novamente com um Golf. Modelo Highline 14/15 alemão. Fiz uma troca com um amigo que tinha um alemão que comprou antes do meu. O carrinho está muito bom, com apenas 36.600km rodados. Depois venho aqui com mais calma para ver o que perdi e as novidades! Abraço a todos! Não vou citar nomes, para não ter o risco de esquecer alguém, pois são números os legais que tem aqui.
  22. 4 points
    armartins

    BARRA ESTABILIZADORA DANIFICADA

    Opa @iCardeX, ainda não tive tempo de postar a revisão completa lá (eu autorizei a troca de outros componentes, pois comprei o carro usado e pedi que fosse feito um "pente fino" no que estava pendente de manutenção). Essa parte tem os itens que você está questionando a correia é 110 reais o rolo que você fala 125,98 e a polia 554,58. Ao fazer essa manutenção no padrão estipulado pela fábrica é necessário trocar os 3 componentes a correia, o rolo que faz o ajuste da tensão automaticamente (automatische Spannrolle) e a polia intermediária (Umlenkrolle), as 3 peças se acomodam com o uso e pode ser mais arriscado trocar um só do que deixar o conjunto original. A mão de obra é cara, em parte, porque é necessário remover a caixa de roda do lado do passageiro para substituir a polia e o rolo, sem falar que precisa do kit de ferramentas específico para o motor (que não é caro diga-se de passagem) para realizar a sincronia dos comandos de admissão e exaustão antes de tensionar a correia. Não é nem preciso dizer a necessidade de o mecânico aplicar o torque exato nesses componentes ao realizar a substituição. Eu moro no interior e não pago seguro do carro, ao fazer esse tipo de manutenção eu classifico a despesa de fazer na concessionária como um seguro qualquer problema aí dentro da vida útil do conjunto, estando o restante do veículo original com relativa facilidade se enquadra como vício oculto. P.S. O meu também faz os 22,5Km/l depois dos 90k Km com consistência, andando a 80km/h no cruise control, no sport e com o atraso do acelerador removido pelo VCDS. Eu imagino que o DSG no ECO com roda livre acionando nas descidas deva fazer uma média maior ainda. A engenharia nesses motores é fantástica.
  23. 4 points
    magalhaesfr

    Limpador traseiro travando

    Sim, o travamento acontece mesmo quando o limpador está levantado. UPDATE: Pessoal, consegui corrigir o problema do travamento lubrificando o parafuso que prende o limpador. A ideia é remover a capinha que esconde o parafuso e aplicar um lubrificante spray tanto no parafuso quanto no conjunto do "braço" que fica atrás do parafuso. Ao fazer isso, meu limpador voltou a funcionar imediatamente. Eu imagino que o Golf deva ter um sistema automático que faz com que o limpador desligue ao encontrar alguma dificuldade em completar o curso de ida e volta. Fica a dica para os amigos que tiverem esse mesmo problema. Abs!
  24. 4 points
    dricwb

    MOSTRE SUA MÁQUINA AQUI!!!

    Geteco, pós Ceramic Pro:
  25. 4 points
    Srs; Só para constar. Comecei a ter problemas no câmbio, só entrava as marchas pares (2ª, 4ª e 6ª), de forma intermitente, às vezes voltava ao normal. Levei o carro na concessionária, que deu um "reset" para ver se voltava tudo ao normal, mas que se voltasse o problema era para deixar o carro na concessionária, para possível troca de mecatrônica. Depois de 1 semana sem apresentar problemas, ele reapareceu. Então no último dia 10/09/2019 deixei meu Golf Higline 1.4 TSI DSG 2015, com 73.000Km na Concessionária Amazon, com o câmbio em modo de segurança (só funcionava a 2ª marcha com rotação limitada a 4.000 RPM). Diagnóstico: Necessário trocar a Mecatrônica e talvez a embreagem. Iriam fazer os testes pedidos pela fábrica, para confirmar o diagnóstico e receber as peças grátis em cortesia da fábrica. No dia 25/10/2019 recebi o carro consertado, com a Mecatrônica trocada, peça grátis como cortesia da fábrica. Tive que pagar a Mão de Obras no valor de R$ 1.200,00. Aparentemente está funcionando tudo bem.
  26. 4 points
    Bereba

    Quebra da Mecatrônica DSG7

    Ontem dia 25/09/2019 retirei o carro consertado com a Mecatrônica trocada. Pelo pouco que andei, está tudo certo. Foram exatos 15 dias para consertar. Foi cobrada a Mão de obra de R$ 1.200,00.
  27. 4 points
    Desbravador

    Quebra da Mecatrônica DSG7

    Sim, mas isto acontece com qualquer carro que não é popular (os famosos carros feitos de garrafa pet). Mercado de Usados para carros mais caros é sempre cruel. Paguei 125k no meu GTI Pobre Edition, que na época o valor no site era algo próximo a 140 mil (metálico + teto). 1 ano e meio depois, 30 mil km, carro praticamente zero, extremamente bem cuidado e com alguns upgrades originais (rodas 18, entre outras firulas), o máximo que conseguiria na troca em uma CSS VW é 90 mil. Se for vender direto o máximo que consigo pegar é 100 mil, sendo que a FIPE dele é 119k. Imagina só quem pagou o preço de tabela na época... Com 100 mil reais eu só consigo comprar carros extremamente inferiores ao GTI em praticamente tudo, ou seja... vou ficar com o GTI até que se desmanche todo. Sobre os câmbios DSG, o do GTI é tranquilo, mesmo com a galera fazendo uso soviético nunca vi um relato de quebra. Se mantido o carro original, é um câmbio que já se mostrou muito robusto. O DSG-7 lá fora, ao contrário daqui, é considerado um bom câmbio. O problema em banania foram os modelos 2013/2014 que venderam muito mais do que os 2015 que não apresentam problemas. Já discutimos exaustivamente isto por aqui e o que ficou claro é que em algum momento entre a troca de passaporte do Golf foi corrigido o problema de mecatrônica. Se for pesquisar nos fóruns gringos, lá também dificilmente dá problema. De qualquer forma, a imagem ficou prejudicada mesmo.
  28. 4 points
    19 - A CHAVE E SEUS SEGREDOS DE SEGURANÇA [PROTEÇÃO ANTIFURTO E/OU SEGURANÇA] Para desarmar o sistema imobilizador do Golf, de forma furtiva, é necessário, também, quebrar a chave criptográfica de segurança que é embutida na central do veículo. A boa notícia: Ainda não conseguiram fabricar nenhum hardware de engenharia reversa que fosse capaz de vencer o sistema de criptografia de chaves que é utilizado no Golf MK7. Esse novo sistema de proteção foi um marco tecnológico e absolutamente diferente de tudo que já existiu antes no ramo automotivo. No passado foi descoberta e divulgada uma vulnerabilidade no imobilizador desenvolvido pela Audi e que equipava veículos do grupo VW fabricados a partir de 1995 e anteriores a plataforma MQB. Antes do Golf MK7 o sistema consistia em utilizar 4 chaves primárias para a troca de informação com a central do veículo. Na época, foi provado que era tecnicamente possível abrir qualquer veículo VW (anterior ao Golf MK7) utilizando um hardware de engenharia reversa, operando também na frequência 433mhz, desenvolvido especificamente para "traduzir" o sinal entre a central e o controle remoto do usuário. Para isso, à época, uma das 4 chaves criptográfica já havia sido quebrada e se tornado pública. Muito antes do lançamento Golf MK7 a VW já tinha conhecimento da vulnerabilidade, inclusive, tentou até processar (sem sucesso) os responsáveis pela pesquisa. A nova metodologia de proteção das chaves de segurança foi introduzida com o lançamento da então plataforma MQB. Quanto ao bloqueador/clonador de sinal de rádio, vulgarmente conhecido como "chapolin", até onde se sabe ele não consegue interferir na chave de controle do Golf MK7 porque naturalmente há um truque de proteção no sinal da onda portadora, e ninguém sabe exatamente como funciona.
  29. 4 points
    16 – OS VIDROS DIANTEIROS NÃO RESPONDEM AO COMANDO “ONE TOUCH” [PROBLEMA E SOLUÇÃO] O problema é crônico e conhecido. O módulo "door electronics - driver side" não retém o ajuste básico, e depois de um tempo o comando “one toutch” automático para os vidros dianteiros some novamente. A solução paliativa é a seguinte: 1 – Coloque a chave no contato, para posição ligado. Não precisa ligar o motor. 2 - Suba o vidro, e segure o botão “puxado para cima” por 3 segundos. Ele reconfigura o automático e tudo volta a funcionar. Mas só Deus sabe até quando...
  30. 4 points
    5 – ATENÇÃO À INSTALAÇÃO DAS VELAS DE IGNIÇÃO [MANUTENÇÃO] Já sabem da dica de necessidade de utilização torquímetro? Ok. Esse deve ser o ajuste para o aperto: 22Nm para as velas, e 8Nm para os parafusos que seguram as bobinas. A recomendação da VW é que as velas sejam substituídas a cada 60.000Km ou 4 anos. Acertar o torque não garantirá que você estará livre de problemas em suas futuras revisões. As velas do Golf devem ser instaladas com a observação de untar o corpo das velas em lubrificante (oficial) o que facilitará a remoção das bobinas no momento da substituição das velas. Se o lubrificante (antisizing) não for aplicado no corpo das velas de ignição pode ocorrer o problema que aconteceu comigo, e que foi devidamente dissertado aqui: https://www.golfmk7.com.br/index.php?/topic/2915-bobinas-como-remover/&
  31. 4 points
    4 – CUIDADO COM O TORQUE DE CADA PARAFUSO [MANUTENÇÃO] No passado danificaram a espiral da rosca de um dos 4 cubos de roda do meu veículo justamente por excesso de torque no aperto. Fiquei muito puto ao saber que esse problema teve como causa a ausência de uso do torquímetro. Existe torque correto para todos os parafusos do veículo. No meu caso o parafuso remoldou-se ao cubo da roda, e, posteriormente, corrigiu o estrago. Foi pura sorte. Já com o Honda Fit, por excesso de torque aplicado no parafuso, "conseguiram" simplesmente destruir 2 parafusos prisioneiros. Um baita prejuízo. Sempre exijam o uso do torquímetro para lidar com o aperto/reaperto de parafusos ou peças críticas que são aparafusadas. A dica inclui, inclusive, o aperto das velas, que podem simplesmente quebrar e ficarem presas dentro do bloco do motor. Parafusos fixados ao monobloco e com função estrutural geralmente são de torque angular (e elásticos) por serem mais seguros, não tenderem ao afrouxamento com a vibração e os esforços do uso normal. Para a manutenção de diversos componentes é altamente recomendável a substituição de alguns tipos de parafusos de acordo com as instruções de manutenção explicitamente declaradas pelo fabricante. Exemplo clássico: O parafuso de drenagem do óleo é composto basicamente de uma arruela para vedação do bujão no cárter, ok? Este simples componente quando não é substituído ou é apertado de forma incorreta fica deformado, podendo causar o problema de espanar rosca do cárter e gerar o vazamento de óleo.
  32. 4 points
    Circuito que fiz para deixar o start stop com padrão Desligado A função deste circuito e acionar brevemente o botão do start stop toda vez que o carro é ligado desativando o start stop O botão do star stop continua funcional, sendo que o motorista pode ativar sempre que quiser pelo botão. O sinal 12 v pos chave pode ser obtido por exemplo do acendedor de cigarro , sendo recomendável usar um fusível de no máximo uns 2A A chave do start stop é basicamente um interruptor no qual um dos fios e ligado ao negativo do carro e o outro fio segue para alguma central elétrica do carro, sendo que o fio que não é aterrado do interruptor é o que deve ser ligado neste circuito. Funcionando a aproximadamente um ano no meu carro (golf 1.4 tsi highline 2014) Quem quiser montar é por sua conta em risco, não me responsabilizo
  33. 4 points
    Pessoal, vou deixar meu relato aqui para futuros membros q tiverem problema semelhante. Esclareço, de plano, q já estou há um mês tentando resolver o problema junto à VW. Basicamente a minha multimídia (GTI 16/16) está com o problema relatado acima...não salva novas configurações. Já tentei hard reset, apagar configurações de fábrica, desconectar da bateria e nada resolveu. Levei à concessionária Saga Park Sul em Brasilía e tentaram uma série de atualizações e até agora nada. Essa semana, pela terceira vez, deixei o carro na concessionária para resolução do problema (minha garantia acaba no final de setembro), então preciso agilizar isso. Basicamente a VW faz de tudo p evitar ter q trocar a multimídia...acho q deve ser cara. O carro fica lá parado 3/4 dias sem os mecânicos fazerem nada...só esperando posicionamento da fábrica. Já estou indignado c isso! E se eu tiro o veículo da concessionária eles falam que a fábrica fecha a ordem de reparo. Surreal essa experiência do pós venda da VW....carro q vale próximo à cem mil reais e o tratamento é MUITO pior q das oficinas particulares do DF. Enfim...entrei em contato c a fábrica hoje e me pediram 7 dias úteis p resposta. Vamos ver! Espero não ter que entrara na justiça para exercer um direito meu. Volto para relatar o final da história.
  34. 4 points
    Lobin

    MOSTRE SUA MÁQUINA AQUI!!!

    Com dois anos de uso completos hoje! Quilometragem atual: 15350km.
  35. 4 points
    Carro na mão, trocas parecem estar mais precisas, justinhas. Feliz bagarai! Ahhh... Foi cobrado 30% da mão de obra (R$880), mas no meu caso eu estava nos 3 meses de garantia por lei para motor e câmbio, então ficou entre as Soranas.
  36. 4 points
    Eu ainda não fiz alinhamento em 6 anos. Meu último jogo de pneus durou 120.000Km. Troquei aos 139.000Km. No dia da troca, essas eram as condições.
  37. 3 points
    iCardeX

    Troca de óleo

    Me desculpe! Meu texto anterior ficou uma bosta desconexa. Vamos lá: Num belo dia de 2017 o ADG publicou um vídeo no canal dele do Youtube no qual ele citava o tal relatório da ANP, sem falar especificamente de marcas que muitos defendiam com unhas e dentes. Um membro aqui do fórum, ao assistir o vídeo, decidiu por verificar o relatório e ficou surpreendido com o tanto de amostras que ANP reprovou porque a homologação emitida divergia do que estava a venda no mercado nacional. Para você ter uma ideia, até a queridinha Castrol foi citada e reprovada em algumas especificações de óleo. A questão toda é que não se sabe se a culpa é do fabricante ou de terceiros (fraudadores). Muito provável é o fabricante que tem a linha de produção contaminada (ou sequer consegue atingir a especificação completa da norma) e manda o "foda-se" para frente sabendo que na banânia nunca acontece nada. Enfim, não duvide do que o laboratório no qual o canal de "Olho no Òleo" vem mostrando atualmente porque a ANP, que é o órgão nacional e regulador, descobriu coisa muito pior antes desses caras. No mais, não acredito que seja nada que vá prejudicar severamente o motor dos veículos, mas não deixa de ser uma falcatrua feia a empresa homologar óleo com especificação química X, mas colocar no mercado óleo com a especificação Y de componentes, mesmo que atenda a norma de viscosidade. Aqui lembro que certo tempo atrás uma famosa marca de derivados de leite, a PARMALAT, em 2007, teve um lote inteiro de leite de caixinha apreendidos porque foi descoberto pela ANVISA (após denúncia) que ela usava soda cáustica e peróxido de hidrogênio (água oxigenada), para aumentar a vida útil do leite UHT além de reduzir a acidez do leite de menor qualidade. Fraude que estava rolando a incríveis 2 anos. Apesar do leite fraudado, em teoria, não levar nenhum cidadão à morte, era uma concorrência muito da desleal e talvez até perigosa para a saúde humana. A PARMALAT pagou, em 2016, uma multa de R$ 215.000,00, e todo mundo ficou feliz. É o Brasil.
  38. 3 points
    31 - VALORES NOMINAIS PARA GEOMETRIA E ALINHAMENTO DAS RODAS [MANUTENÇÃO] Você, que certamente gosta de guiar o seu Golf TSI com o exemplar e magnífico alinhamento das rodas, deve ficar atento a esses valores da tabela abaixo. Todavia, é importante lembrar que o Golf TSI Pobre Edition, embora dotado da etiqueta Bluemotion, a suspensão traseira do tipo multilink, tem sempre a suspensão elevada em 15mm em relação ao europeu básico. Na tabela postada abaixo, subentende-se, portanto, que se deve escolher o alinhamento considerando a coluna de dados para chassis elevados.
  39. 3 points
    Alexmikeadv

    MOSTRE SUA MÁQUINA AQUI!!!

    Pessoal sou o Alex de Curitiba. Peguei um Highline 2015 com 50.000km, preto. Veio com as rodas 16. Queria por as Madrid 17. Andei vendo varias fotos e as Madrid Black Pianno no meu ponto de vista ficam maravilhosas em carros claros, branco, prata, etc, e as Geneva por serem prata no preto. No meu ponto de vista é claro... Sei que o black pianno é moda, tendência, mas queria por as rodas prata no carro preto para meu agrado. Para minha surpresa encontrei as rodas do golf 2019 prata que a pessoa tirou de um praticamente novo. É muito parecida com a Madrid, e me atendeu perfeitamente. O melhor é que são originais VW, rodaram quase nada, sem reformas etc. Deu uma animada no carro... Sei que o forum anda parado, o carro parou de fabricar, mas estou adorando o conjunto. Sai de uma Tiguan 2.0 tsi e estou satisfeito... Segue resultado:
  40. 3 points
    Dion Zucchi

    Cilindro sem compressão

    Muito obrigado mestre! O motivo do problema (respondendo também o @RodrigoSP2) foi os bicos injetores. Segundo o meu mecânico, eles estavam ficando aberto direto, e acabou “queimando” a válvula de escape. Em resumo, vou trocar os bicos, velas e o kit de válvulas de escape (só procurar onde comprar agora hehe). Mas dos males, o menor!
  41. 3 points
    anghinoni

    Comparação de desempenho: Golf x resto

    Se eu falar que ja passei com uma GM Spin certeza que tinha algo a mais ali naquele motor. Numa ultrapassagem ela colou atras de mim ainda no sentido contrario, voltei pra minha pista e ela foi embora e eu com o pé la no fundo tudo bem que eu deveria ter reduzido umas 2 marchas. Numa proxima ultrapassagem, ela estava a 4 carros na minha frente, consegui alcanca-la, só que fizemos uma curva a 140Km/h, achei que ela fosse rodar... Mas ai o cara comecou a ultrapassar em local proibido, minha esposa puxou a orelha... Enviado de meu SM-G9650 usando o Tapatalk
  42. 3 points
    iCardeX

    Comparação de desempenho: Golf x resto

    O Fitão está na pista. Busquei ontem. Em princípio, não há mais o que se reclamar! Na entrega, exigi, o teste de foco e facho dos faróis, na minha presença. O brinquedo é isso aqui: E foi assim, com muitas brigas e esporros, que o "farol Serveró" foi retirado das ruas...
  43. 3 points
    iCardeX

    Comparação de desempenho: Golf x resto

    Hoje me ligaram da concessionária Honda. Disseram que o meu carro estava pronto, e que todos os problemas haviam sido corrigidos. Eu estava de Golf, e disse que eu ia lá verificar se estava tudo correto mesmo. Fui de Golf por mera precaução. Vamos aos pontos: 1 - Uma lampadazinha da chave seletora de marcha não acendeu, e antes funcionava. Se na colisão essa lâmpada queimou ou saiu do lugar, eu que não pago. Resolvido. O atendente disse que isso nada tinha a ver com a colisão, fez uns testes absurdos na minha frente, que consistia em socar o painel, mas não conseguiu me convencer que ela estava "querendo queimar". Depois de discutir por 10 minutos, gastaram 3 minutos para solucionar o problema, que consistiu em colocar uma rídicula lampada nova, e travá-la no ponto correto. Não cobraram o adicional. Detalhe: a lâmpada anterior não estava queimada, parece que estava deslocada do fixador de estabilidade. Ativaram o grau 1 da minha indignação. Acusação sem argumento válido. 2 - Trocaram os faróis, mas o foco estava desregulado. Não resolvido. Obs: Estava quase corrigido. O mesmo atendente que socou o painel e disse que lampada da alavanca seletora de marchas nada tinha relação com a colisão. Também se prontificou a corrigir o problema do foco. Fez a suposta correção, sem o auxílio de nenhuma ferramenta técnica, nenhum validador eletrônico, e me garantiu que estavam alinhados. Testei e reprovei. Isso conto mais abaixo. Ativaram o grau 2 da minha indignação. Serviço suíno. Tem que ler mais abaixo nas considerações finais. 3 - Percebi que o arremate do para-choques, lado esquerdo, está fora do meu padrão de qualidade. Erro de 1mm, fora da minha tolerância. Vão ter que engatar corretamente. Resolvido. O mesmo atendente que socou o painel para verificar a lâmpada que “queria queimar”, que regulou de forma errada o facho dos faróis do carro, ainda me acusou de ter provocado o desalinhamento do pára-choques a partir de um micro-arranhão, da espessura de um fio de cabelo, na parte inferior do carro. Segundo ele, provavelmente encostei (ou encostaram) o meu carro sei lá aonde, e o tal "nano-arranhão", repito, da espessura de um fio de cabelo, embaixo do para-choques do carro, foi causador do problema. Ativaram o grau 10 da minha indignação. Me acusar de ter dado causa ao problema me emputeceu ao limite. Isso eu não ia engolir seco não. Acusação sem argumento algum. 4 - Ontem os faróis de neblina misteriosamente pararam de funcionar. Resolvido. Falha minha! Existe um botão seletor, por giro, que acionei sem perceber. Isso foi que desativou os faróis de neblina. Eles poderiam ter me orientado ao telefone, ou pelo Whatsapp mesmo. Eu havia mandado um video todo educado, e bem consistente. Uma simples orientação teria resolvido o problema de imediato, e evitado o transtorno do deslocamento até o concessionário. 5 - Não sei como, mas conseguiram desalinhar a posiçao de descanso dos limparadores do para brisa. Resolvido. Novamente fui acusado, pelo mesmo atendente, de provocar esse problema, porque, segundo o ele, nada teve a ver com a colisão sofrida. Alegou que não tocaram nos limpadores, porque o ponto da colisão nem chegou perto de nada ali naquela região das palhetas. Mais 20 minutos de discussão. Enfim, corrigiram mesmo assim. Gastaram incríveis 2 minutos. O sujeito conseguiu ativar o grau 5 da minha indignação. Acusação sem argumento algum. --- Tive que devolver o veículo 2 vezes. Primeiro porque identifiquei os problemas, e depois porque percebi que nem todos foram resolvidos. O funcionamento do facho/foco do farol esquerdo era o que mais me incomodava. Não havia nada de errado com o funcionamento do motor, ou qualquer anexo mecânico do carro. Tudo funcionando corretamente! Mas, devido às acusações defensivas e absurdas do atendente, me senti praticamente obrigado a convocar uma reunião com a diretoria da concessionária Honda, e descarregar um profundo e indignado feedback negativo. Foi isso que fiz hoje. Paguei um esporro de 45 minutos para o Gerente Geral e o Supervisor Geral da concessionária. Descarreguei uma metralhadora de fatos, meticulosamente reunidos e organizados. Apresentei a eles os vídeos e as fotos do antes e do depois, e provei por A+B, que os problemas que hora eu reclamara (com exceção dos faróis de neblina) estavam todos embasados e documentados. Critiquei duramente a postura do atendente, inclusive, destacando que ele deveria realizar um curso de atendimento ao público. Que ele, por representar a marca, deveria aprender a tratar os clientes. Aprender a ouvir mais e falar menos. Porque existia uma nítida diferença entre atendimento e tratamento. Afinal de contas, eu não estava no Mcdonalds, e o meu carro não era o sanduíche da vez. Que nenhuma peça ou serviços realizados no meu carro tinha preço de sanduíche. Que gastar 20 minutos de discussão era mesquinho demais até porque haviam coisas que requeriam apenas 2 minutos de intervençao técnica para resolver definitivamente. Enfim, foi aquele esporro gostoso. Naturalmente que o gerente me deu razão em todos os pontos, me pediu mil e uma desculpas, enfim, tentou se retratar em nome da marca e da concessionária. Me mostrou, inclusive, a título de curiosidade, o caso de uma cliente que teve a capacidade de abrir um Grupo no Whatssapp e reunir algumas amigas para simples elogiar os serviços deles. Em seguida eu disse: "Quanto é 1-1? Essa cliente representa o valor +1. Eu represento o valor -1. Teu saldo está zerado, meu amigo. Eu posso fazer um relatório extenso e publicar no reclameaqui, e mandar uma cópia para a montadora. Qual seria o alcance da publicação? Posso ser -1000 clientes.” Só silêncio como resposta. Disse a ele que a Honda não estava alcançando, e muito menos superando, as minhas expectativas. Novamente mais 1000 pedidos de desculpas, me afirmando que convocaria outra reunião com todos os colaboradores envolvidos no caso do meu veículo, e estariam sendo confrontados para descobrir o porquê da quantidade de falhas e blá,blá, blá. Que os fatos, definitivamente, não fazia parte da cultura organizacional deles, nem da marca Honda. Então eu indaguei ao supervisor: Qual era mesmo o problema no alinhamento o para-choques? Se realmente o arranhão, que nem sequer conseguiu vencer o verniz da pintura, com nanômetro de espessura causou o problema? O gerente então retrucou: "Foi uma falha de montagem nossa. Identificamos um pequeno desalinhamento numa peça metálica. Refizemos o alinhamento dela. Concluímos isso depois de usar novos fixadores, e sem sucesso no realinhamento." Eu: Muito bem! O Cliente novamente era inocente, e não deu causa ao problema, mas foi acusado injustamente disso. E daí , lembrei que eu poderia terminar a consultoria gratuita dando o argumento "Fatality", e lacrar o esporro com a chave de ouro. Disse ao gerente geral que se o foco do farol ainda estivesse fora do padrão de percepção correto da minha visão, que eu iria levar o Fit numa especializada para realinhar o foco (lado esquerdo principalmente) e que eles teriam que pagar pelo eventual serviço, e pelo combustível gasto no deslocamento se fosse constatada a falha na execução do serviço que a Honda deveria ter executado. O gerente rapidamente se prontificou a demonstrar o alinhamento do facho do farol usando um aparelho de validação de foco, da própria Honda, afirmando que os meus faróis deveriam estar perfeitamente corrigidos. Que isso era perfeitamente demonstrável. Praxe da Honda, disse ele. Descasquei: "Vamos lá! Quero conhecer esse aparelho porque o atendente simplesmente focou numa parede e alinhou segundo os critérios de achismos dele. Dou-lhes a chance de provar que estou errado, ao menos nesse fato. Afinal de contas, vim para retirar o carro daqui, e definitivamente. Talvez eu esteja com problemas de visão e não esteja percebendo isso." Descemos um andar no estabelecimento, o aparato foi então apresentado e mirado para o farol do carro, e lá, na minha presença, simplesmente foi constatado com o especialista da máquina, que seria impossível alinhar o farol, lado esquerdo, do meu veículo, porque os pinos de regulagem do facho do farol vieram danificados. Simplesmente giravam em falso, e a própria máquina de verificação de fachos, da Honda, não validaria nunca o alinhamento diante de tal condição. Isso mesmo minha gente: ninguém jamais conseguiria alinhar o facho daquele farol. Farol novo, e veio com defeito de fábrica. Acontece? Claro, tem a estatística de falhas. Sou culpado? Nunca fui! Ou seja, não era implicação minha não. Nem preciso dizer qual não foi a cara de tacho que o gerente ficou. O carro certamente ficaria lá. Desculpas já não cabiam mais ao momento. Vão substituir o farol por outro novo, e devolverão o outro para o RMA da Honda. Por sorte eles tem o farol em estoque. Acho que nunca mais vão esquecer o meu nome. Passaram vergonha feia. Outro belo esporro, e caí fora. Em tempo: Ainda o convidei a ler o relatório do Cívic (https://www.golfmk7.com.br/index.php?/topic/1715-editado-review-com-civic-touring-turbo/&tab=comments#comment-28983), no qual elogio, e abertamente defendi o atendimento da Honda. Lembrando, todavia, que o foco do relatório era o Civic, não o atendimento da Honda. Mas que isso (meu pensamento relativo à Honda) parecia ser inverdade, porque os fatos recentes demonstraram justamente o contrário do que muitos acreditam e defendem. Cadê o grande diferencial da Honda? Enfim, tirem vossas próprias conclusões porque hoje eu vou comer 2 BigMacs. Vou comprar direto da máquina de auto-atendimento.
  44. 3 points
    O problema do fluido de freio não é ele se tornar liquefeito e perder a viscosidade. Pelo contrário, ele deve ser sempre liquefeito e ter sua viscosidade preservada. Estas são duas de muitas propriedades que ele tem e que tem que ser preservadas. Primeiro, o maior problema do fluido de freio é a absorção de humidade, que pode culminar em bolhas de vapor de água, devido a alta temperatura, quando o freio é exigido a fundo, como numa descida de serra por exemplo. Vapores não tem mesma ação mecânica quando sofre compressão (pisar no freio ou bomba do ABS), como um líquido isento de humidade. Segundo, a humidade presente no fluido de freio é uma contaminação que poderá gerar oxidação em alguns componentes do sistema. A VW e possivelmente outras montadoras recomendam a substituição do fluido de freio a cada dois anos como medida preventiva, pois é um curto intervalo de tempo em que geralmente uma possível contaminação do fluido não chegue a nível de colocar em risco a funcionalidade do sistema. Mas este fluido pode ser monitorado perfeitamente através de equipamentos que meçam este teor de humidade e assim poder estender a sua usabilidade por um período maior. Não esqueçamos que a troca desse fluído também traz dim dim pras concessionárias. Enviado de meu SM-A520F usando o Tapatalk
  45. 3 points
    chrisarec

    Comparação de desempenho: Golf x resto

    Mas mulher tem em tudo quanto é lugar, de montão, de todos os tipos, para todos os gostos.... Golf alemão, DSG, teto, freio eletrônico são cada vez mais difíceis de achar
  46. 3 points
    Jorge Jox

    Quebra da Mecatrônica DSG7

    No outro Golf eu tinha o modo de seleção de condução. Usei muito pouco o modo Econômico, só na cidade. Na estrada achava chato, pois nas ultrapassagens reduzida uma marcha, quando no modo normal reduzia duas, o que me dava uma resposta bem melhor. Na subida de serra, nem pensar. O ladrão levou o carro com 30.000km e DSG redondo. Enviado de meu SM-A520F usando o Tapatalk
  47. 3 points
    DiegoDVB

    Temperatura óleo

    Depois de muito pesquisar encontrei a resposta. Esse sensor fica no bloco do motor, na parte de trás do bloco. Pessoas de braço pequeno acessam o local com facilidade(não é meu caso). Peças novas vem com um oring de plástico para segurar o oring de borracha, é necessário retirar esse oring de plástico. A troca é feita com uma simples chave combinada 10mm e leva uns 5 minutos(caso você tenha braço pequeno). No meu caso a peça já estava em avançado estado de oxidação. Foi um pouco difícil achar essa peça para reposição, mas consegui encontrar. E é uma peça relativamente simples e de comum uso com outros modelos VW como o UP 14/16, Gol G7, Saveiro G7. Segue as fotos.
  48. 3 points
    armartins

    Filtro de Combustível do Golf 1.4 TSI

    Eu não uso abasteceaí, entre no kmdevantagens e vá em comprar créditos de combustível troque pontos pelo desconto... eu pego normalmente 600 reais de crédito por 558 reais + 2500 pontos... depois é só pedir para o frentista ir em uso de crédito -> combustível web... aí você usa os créditos.
  49. 3 points
    Depois de ver alguns vídeos, fiquei com algumas impressões, mesmo que sem vê-lo pessoalmente. 1 - Parece que o carro foi pensado para um novo público, e não para os amantes de Golf. Ok, ele ainda tem até certo ponto o mesmo DNA. Mas quem gosta de Golf quer bom acabamento, o que este carro não tem, quer um painel sóbrio e de fácil uso (não estes touch horríveis de mexer). Vou deixar de lado o Design, ainda acho que poderia ter sido melhor aquela frente. Mas me deu a impressão que este carro é um Polo melhorado e mais tecnológico, e não um novo Golf que era pra ser mais um carro do que um smartphone com rodas. 2 - O empobrecimento geral do carro me decepcionou. Vareta para o capô? Plástico preto por tudo quanto é lado? Fiquei com a impressão que o Virtual Cockpit atual tem mais qualidade de imagem do que este que coloram, que aliás, de muito mal gosto o design de software da multimídia. O Antigo era bem melhor, pelo menos no meu gosto. O lançamento deste veículo fez o MK7 se tornar um clássico instantaneamente. Se concentraram demais nas telinhas e esqueceram do carro. Quem sabe eu mude de opinião depois que começar a aparecer mais vídeos sobre a dinâmica do veículo, e a versão GTI.
  50. 3 points
    Bereba

    Barulho suspensão

    Muito Obrigado pela dica. Eu estava com um barulho na suspensão e depois de ver estes vídeos postados pelo @Rica - SC cheguei a conclusão que era a bieleta. Levei no mecânico, relatei o problema e falei: - Pelo que vi na internet é bieleta. Daí ele respondeu: - Se a internet resolve, então não precisa de mecânico... Vou verificar o problema e te falo. Depois ele me liga falando: - Queimei minha língua, era bieleta mesmo...